50º aniversario de monumento leva festa do Pilar para o Alto do Bonfim

Foto: Marcos Luan

Segundo a tradição espanhola, umas das primeiras aparições de Nossa Senhora se deu ao apóstolo Tiago, quando este evangelizava a Espanha. Maria, que vivia em Éfeso, estava presente em Saragoça, para animar o apóstolo na evangelização. Os espanhóis têm um amor e uma devoção muito grande a sua imagem colocada em cima de uma coluna (ou Pilar). A Virgem do Pilar é invocada como refúgio dos pecadores e consoladora dos aflitos.

Tamanha devoção chegou ao Brasil em 1690 e está presente até hoje em cidades do interior do Rio de Janeiro e Minas Gerais, como São João del-Rei, que a aclama como padroeira.

Festejada na última quinta-feira, 12, centenas de fiéis se dirigiram a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar para fazerem suas preces e agradecimentos a intercessão da Mãe de Jesus. Celebrações de missas, procissão e benção especiais marcaram as comemorações da patrona da cidade e da Diocese.

Iniciado com missa, logo pela manhã, a festa contou com quatro celebrações eucarísticas, sendo uma dedicada as crianças. Após a última, realizada no Alto do Bonfim, em celebração dos 50º ano do Monumento Nossa Senhora do Pilar, os fiéis saíram em procissão pelas ruas do centro histórico rumo a Catedral. Durante o trajeto, manifestações de carinho a Maria. Fogos, chuvas de pétalas e tapetes de areia multicolorida foram alguns dos recursos utilizados.

Em meio ao cortejo, registros de um belo momento de fé. Como o jovem Luiz Fernando Zanetti que fez videos do evento religioso que acontece anualmente na cidade. Veja:

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).