51º DMCS: a Pascom e a missão de comunicar esperança e confiança

Já em Santa Cruz de Minas, a programação tomou parte de todo o fim de semana. Uma reunião também fez parte da programação. (Foto: Pascom Santa Cruz de Minas)

Ao contrário do que muitos pensam, trabalhar na Pastoral da Comunicação de uma paróquia ou comunidade não é apenas “ficar compartilhando posts” em redes sociais. O trabalho desta pastoral vai muito além das mídias eletrônicas e escritas. É tocar o coração das pessoas com a Boa Nova de Jesus Cristo.

Todos os dias as mídias são bombardeadas por informações oriundas de diversas fontes. E nem todas podem ser consideradas confiáveis. Sendo assim, o trabalho da Pascom é atuar junto a essas mídias, levando a evangelização de acordo com o que a igreja nos propõe. De certo modo, também como evangelizadores, catequistas, que levam uma palavra de esperança e conforto àqueles que ficam horrorizados com as barbáries que a mídia traz diariamente.

Ser da Pascom, é estar antenado nos acontecimentos semanais da paróquia e informar aos fiéis tudo de bom que acontece, dentro e fora de pastorais e movimentos. Ser da Pascom, não é ser apenas de uma Pastoral ou movimento, mas estar em cada uma delas mostrando um pouco da realidade e da beleza da nossa igreja.

Na Paróquia Sant’Ana, em Lavras, houve missa especial para os pasconianos e um programa televisivo dedicado ao trabalho da Pastoral.

Neste ano, comemorando o 51º Dia das Comunicações Sociais, Francisco propõe um estilo “aberto e criativo” para comunicar a esperança. Por isso, encoraja todos os que trabalham neste campo a comunicar de modo construtivo, rejeitando preconceitos e promovendo uma cultura do encontro. Esta boa notícia, comporta sofrimento, porque o sofrimento é vivido num quadro mais amplo, como parte integrante do amor de Cristo ao Pai e à humanidade.

Em algumas paróquias da Diocese a data, celebrada no último domingo, 28, foi marcada com encontros, missas festivas e confraternizações.

O convite está aberto. Deus lhe chama a todo momento para contribuir para o Pastoreiro do seu reino. Se você sentiu o chamado a trabalhar pelo reino de Deus, em sua paróquia, possui muitas Pastorais e Movimentos (inclusive a Pascom). Seja um evangelizador!

Texto de Cláudio Elias / Pascom Sant’Ana

COMPARTILHAR
Departamento de comunicação