A passagem para a vida: A Vitória de Cristo é a nossa Vitória! 

Foto: Emerson Mathias

Ao celebrar a festa da Páscoa nós o fazemos com o sentimento de profunda alegria, porque somos convidados a participar da vitória de Jesus Cristo: Ele venceu a morte com a sua Ressurreição, realizando o mistério da Redenção da humanidade. A morte não teve domínio sobre Jesus! Sua morte na cruz é expressão máxima do seu amor para conosco.

Na vivência de nossa espiritualidade cristã tudo se fundamenta nesta verdade: a Páscoa de Jesus Cristo é que dá sentido à nossa vida de fé. Os textos da Sagrada Escritura, tanto no Antigo Testamento, como também no Novo Testamento apontam para esta realidade de passagem: da morte para a vida; da escravidão para a libertação; do pecado para uma vida nova… Tudo isto conseguido pela experiência vivida pelo Filho de Deus: da morte na cruz para a Ressurreição!

Celebrar a Páscoa é proclamar que estamos dispostos a assumir um novo modo de vida. Somos fortalecidos pela força renovadora de Jesus Cristo que nos leva a superar em nós a mediocridade, o comodismo, a tristeza, o desânimo, a fragilidade e voarmos mais alto proclamando que estamos dispostos a nos empenharmos na luta por um mundo novo. Acreditamos ser esta a nossa missão! Semear sementes de paz, de esperança, de otimismo, de compromisso na transformação das realidades negativas que hoje nos envolvem e proclamar que a vida de Cristo nos impele, como cristãos, a proclamar que Jesus Cristo é o Senhor de nossa História!

Este deve ser o nosso cotidiano. Tanto isto é verdade que a Igreja, como mãe e mestra, nos ensina que em cada celebração eucarística que realizamos, torna-se presente em nosso meio o Cristo Ressuscitado! Que em cada momento que a Comunidade se reúne, é por causa do Senhor Ressuscitado! Que em cada gesto de amor por nós praticado, é Ele, o Cristo Vivo que se faz presente em nossas ações!

A alegria da Páscoa assim vai muito além do que imaginamos, pois deverá permanecer sempre na expressão de nossos compromissos como cristãos e batizados que somos.

Desejo que todos possam ter esses sentimentos e que nos abramos à graça renovadora da Páscoa do Senhor Jesus!

COMPARTILHAR
Departamento de comunicação