Benção de veículos marca festividades em honra à São Cristóvão

A Comunidade Paroquial de Matosinhos comemorou no domingo, 30, o santo protetor dos motoristas. As comemorações em honra à São Cristóvão tiveram início às 8 horas com a missa na intenção dos motoristas. Logo em seguida teve a missa com a participação das crianças.

A festa, que já acontece na Paróquia desde 1985, atrai milhares de fiéis que vão pedir uma maior proteção no trânsito: seja para dentro da cidade ou para aqueles que estão constantemente pelas estradas do país.

Segundo o presidente da comissão de São Cristóvão, Luiz Artur Freitas, a participação dos fiéis é crescente a cada ano. “Todos os anos recebemos um número muito alto de fiéis nas missas e, principalmente, durante a procissão”.

O ponto alto da festa foi a Santa Missa festiva, às 15 horas, na intenção dos motoristas. A celebração foi presidida pelo pároco, padre José Bittar. Em seguida deu-se início a procissão motorizada, que deixou o Santuário às 16 horas e percorreu diversas ruas da cidade levando a imagem de São Cristóvão.

Na chegada aconteceu a bênção dos veículos e missa, presidida pelo nosso vigário paroquial, padre Jorge Wilson. Como lembrança da festa, foi distribuído aos fiéis um porta documento, juntamente com a cartilha dos 10 mandamentos do motorista.

Já na cidade de Ijaci a festa aconteceu pela manhã, também no domingo, 29. Missa e procissão motorizada marcaram a programação que reuniu centenas de veículos na carreata de São Cristóvão. Padre Admilson, pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, abençoou todos os veículos.

São Cristóvão é o protetor dos motoristas e dos viajantes, com procissões de caminhoneiros em diversos locais do país, o dia 25 de julho é dedicado ao Santo. Cristóvão significa “Aquele que carrega Cristo”.

De acordo com uma lenda, Cristóvão era um gigante com mania de grandezas. Ele supunha que o rei a quem ele servia era o maior do mundo. Descobrindo, então, que o maior rei do mundo era Satanás. Tempos depois, descobriu que o maior rei do mundo era Jesus Cristo.

São Cristóvão resolveu trocar a sua mania de grandeza pelo serviço aos semelhantes. Valendo-se da imensa força de que era dotado, transportava as pessoas, de uma margem à outra do rio.

Uma noite, entretanto, um menino pediu-lhe que o transportasse, à medida que andava, o menino pesava cada vez mais às suas costas, como se fosse o peso do mundo inteiro. Diante de seu espanto, o menino lhe disse: “Tiveste às costas mais que o mundo inteiro. Transportaste o Criador de todas as coisas. Sou Jesus, aquele a quem serves”.

23 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).