BRASÃO DE ARMAS DA DIOCESE DE SÃO JOÃO DEL-REI

13Resumo:

Escudo de campo azul, com abaixo a representação de montanhas em diferentes tonalidades que dão a impressão de sobrepor-se. No centro do escudo, em evidência, uma coluna marmórea, a modo de pilar, sobre a qual repousa suavemente uma coroa imperial. Entre a coroa e o pilar uma estrela branca da qual, para cada um dos lados, sai uma fileira de seis estrelas amarelas, que se encontram, em meia lua, com a metade do pilar. Sobre o pilar, a cruz de São Tiago. Sobre o escudo estão a mitra, a cruz e o báculo pastoral em cor dourada com detalhes em vermelho. Abaixo do escudo está a escrita “Diocese de São João del-Rei”.

 Simbolismo:

O Brasão tem seu campo em azul evocando a Virgem Maria, sob a proteção da qual nasceu a cidade de São João del-Rei e a Diocese. O azul, sinal da divindade, faz memoria da religiosidade marcante do povo da diocese, sempre em busca do divino, do sagrado, do desejo de experimentar a Deus, que vem simbolizado na sequência de montanhas, em diferentes tonalidades, aos pés do brasão.

As montanhas – que também trazem à mente a região geográfica na qual está a Diocese – sugerem que a forte religiosidade da igreja são-joanense não é outra que a experiência bíblica do encontro com Deus no monte e também as bem aventuranças dadas no Sermão do Monte, que encontram sempre eco nos planos pastorais e no compromisso da Igreja com a transformação da sociedade, compromisso este simbolizado nas tonalidades variadas das montanhas, a lembrar-nos terras cultivadas à espera da maturação e da ceifa.

No meio destas montanhas surge um Pilar, em leve dourado. O pilar é Cristo, pedra fundamental da Igreja que seergue para formar o povo santo de Deus. Nele, conforme fala o apóstolo Paulo, em Ef (2,21) “todo edifício bem firmado se eleva”. O Pilar, encimado pela estrela branca também é símbolo da Virgem e Senhora do Pilar, padroeira da Diocese e aurora que precede o despontar do Sol Invicto, estrela da evangelização, mulher revestida de sol, que João viu no apocalipse.

Incrustrada no pilar, está a cruz de São Tiago, padroeiro secundário da diocese, sugerindo o discipulado, a missão até a entrega da vida (cruz) . O conjunto (pilar – cruz – estrela) sugere a missão da Igreja Particular de São João del-Rei: conduzir a todos, dos montes e vales, à solidez de Cristo, pedra angular do mundo, assistidos pela Virgem Santíssima e por São Tiago.

As doze estrelas amarelo ouro,  evocam os apóstolos do Cordeiro, a Igreja que nasce e se fundamenta na doutrina dos apóstolos e sugerem a comunhão apostólica, na qual Bispo e Igreja Particular se inserem. Evocam também o povo de Deus presente na diocese chamado a ser o novo Israel de Deus (12 tribos), unido e centrado em Cristo e em plena comunhão evocada na disposição das estrelas e centralidade do pilar.

A coroa dourada, ao tempo que remete ao nome da Diocese (“del-Rei”) e ao contexto histórico no qual nasceu a região onde está a cidade sede, simboliza a recompensa, a “coroa da justiça” que merecerão aqueles que tomarem parte na vida do Cristo Justo Juiz e fundamento da história, remetendo à ideia da missão cumprida, à semelhança da Virgem Maria, do Apóstolo São Tiago.