Crianças missionárias: conheça o trabalho da IAM

Com o lema “Criança Evangelizando Criança” o trabalho da Infância e Adolescência Missionária (IAM) tem o objetivo de despertar o protagonismo missionário dos leigos, ainda com pouca idade. Fundada na França em 19 de maio de 1843, a obra infanto-juvenil desenvolve com os pequenos a importância de práticas de solidariedade e evangelização. São crianças em favor de outras crianças.

A iniciativa partiu do Bispo de Nancy, França, Dom Carlos Forbim Janson, motivado por cartas e notícias que os missionários, principalmente da China lhe escreviam, contando a triste e dura realidade das crianças dos países de missão: doenças, mortalidade, analfabetismo, abandono.

Diante destes relatos teve a ideia de empenhar as próprias crianças da França para ajudar seus colegas na China. Foi assim que, ajudado pela jovem Paulina Jaricot, fundou a obra da “Santa Infância”, chamada mais tarde, de Infância Missionária. Esta Obra devia suscitar o espirito missionário universal nas crianças e adolescentes, desenvolvendo seu protagonismo na solidariedade.

“É um trabalho muito bonito. As crianças levam e ensinam a Palavra de Deus, além de certos valores que vem se perdendo nos dias de hoje. É uma certeza de um caminho bom, honesto. Os pais, hoje, só tem agradecer ao trabalho da IAM”, explica dona Claudia, assessora do grupo na Paróquia de Prados.

Na Diocese, o trabalho chegou no ano de 2000, na Paróquia do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. A inciativa partiu do padre José Raimundo da Costa, juntamente com leigos como Dona Eponina Camargo e Marcelo Resende.

Atualmente, na Diocese, quatro Paróquias contam com o trabalho da IAM, além da Juventude Missionária, obra que dá sequencia a metodologia trabalhada.“É importante, desde cedo, fazer amizades e aprendendo a levar a palavra de Deus ao próximo”, explica Guilherme Dias, coordenador da Juventude Missionária da paróquia de Ijaci.

Trata-se realmente de um serviço em favor da animação e formação missionária das crianças, para que, desde cedo, cooperem com a evangelização universal, sobretudo dos pequenos.

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).