Enamorados – Amor, Deus e confiança

O ser humano é um ser social, ou seja, fomos criados para nos relacionar com os outros. O próprio Deus, Uno e Trino, a mais perfeita comunidade, é para nós o mais sublime exemplo de que o Amor, que é próprio Deus, é o parâmetro supremo para qualquer relação.

Nos casais enamorados, essa relação é ainda mais intensa, pois ambos começam a fazer uma escolha para a vida, e o outro vai se tornando uma presença cada vez mais constante, e viver o Amor de Deus com outro vai se tornando uma tarefa repleta de desafios. Isto acontece porque geralmente o namoro nasce envolvido em sentimentos intensos, movidos por uma forte atração recíproca que envolve a auto estima, e por muitas vezes desencadeia em grande sentimento de posse e em ciúmes exagerados. É preciso que os namorados saibam viver esse belo tempo de descoberta, com a consciência de que não podem se fechar em seu “mundinho” e que algo maior os envolve.

“Amamos realmente só se amamos numa esfera que seja superior a nós, numa unidade mais nobre e mais plena, numa dimensão que assegure a união dos dois amantes. Assim como a respiração precisa da atmosfera, o amor requer uma ‘erosfera’ […] A verdadeira dimensão que une os amantes, que os consolida […] é o que os homens chamam Deus.” (Filósofo Jean Guitton)

É comum vermos em nosso grupos e movimentos da Igreja, jovens casais que teriam todas as condições para construírem um namoro sadio, se deixarem levar pelo ciúmes, egoísmo, ou a simples vontade de estar perto, e se isolarem cada vez mais. Não percebem que com isso constroem uma relação vazia, alicerçando-se um no outro, sem perceber que um não pode suportar o outro por si só. Enfim, por muitas vezes os relacionamentos terminam por “briguinhas” movidas por desconfianças sem sentindo, e o que é pior, com os dois, ou pelo menos um,  longe das coisas Deus.

A confiança nasce da segurança que um é capaz de passar ao outro, e essa segurança por sua vez é fruto de uma vida equilibrada, movida pelo verdadeiro Amor que impela a uma busca de valores perenes que leve o casal a entender o seu lugar e missão na Igreja.

grey whte abstract wave background design

COMPARTILHAR
Departamento de comunicação