Fiéis celebram o dia de Nossa Senhora de Fátima em Lavras

Maristela com o pequeno Davi, fruto de uma graça alcançada em devoção à Nossa Senhora de Fátima.

Fiéis católicos de todo o mundo celebraram, ontem, dia 13, os 101 anos da devoção à Nossa Senhora de Fátima. Na cidade de Lavras as festividades tiveram início no dia 04 com novena preparatória e reflexões sobre o Ano do Laicato. No fim de semana, muitas demostrações de fé marcaram os devotos que participaram de missas, orações do terço, carreata e procissão luminosa.

Segundo o pároco, padre Clayton Nogueira, a festa despertou um forte clima de oração. “Muitos fiéis trouxeram flores, rezaram o terço e participaram das celebrações eucarísticas. É um dia que reúne toda a comunidade paroquial para festejar a padroeira”, destaca o sacerdote.

Seja para fazer pedidos ou agradecimentos, os devotos de Nossa Senhora não pouparam esforços para fazer suas orações. Dona Rosina, por exemplo, aos 81 anos, não hesitou em pedir a intercessão da Mãe de Jesus para resguardar a sua saúde e dos familiares. O mesmo fez sua filha, Roseli Fátima de Oliveira que fez o pedido e foi atendida. “Sou muito devota. Carrego ‘Fátima’ em meu nome. Sempre sonhei em ter uma casa própria e, graças a Deus e a minha Virgem Maria, alcancei essa graça”, explica.

Uma devoção passada de mãe para filho, muitas vezes, desde pequeno. “Ele nasceu prematuro, ficou 12 dias no CTI e teve uma infecção generalizada. No dia de Nossa Senhora de Fátima ele estava entre a vida e a morte. Os médicos já me alertavam as poucas chances dele sobreviver. Mas tive fé e Maria me ajudou. Hoje ele está aqui, saudável. Um consagrado de Nossa Senhora”, relata Maristela Vilas Boas, mães do pequeno Davi de 3 anos.

Quem também dobrou os joelhos para agradecer foi o senhor Benedito Russo. Segundo o aposentado, participar do novenário foi uma forma de gratidão. “Estou aqui para agradecer a saúde de minha esposa. Ela se queixava de muitas dores. Fiz as orações e ela passou a se sentir mais aliviada. Sou muito devoto de Nossa Senhora”.

A devoção a Nossa Senhora de Fátima teve origem em Fátima, uma cidade de Portugal, no ano de 1917, onde três meninos, Lucia de Jesus Santos, com 10 anos e seus primos Francisco Martos de 9 anos e Jacinta Martos de 7 anos, tiveram a visão de Nossa Senhora. Nelas a Virgem Maria, toda de branco, pedia a oração do Santo Rosário.

23 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).