Fiéis recorrem a tecnologia para homenagear Bom Jesus

Foto: Lucas Silveira

Fé, devoção e, por que não, tecnologia? O Jubileu em honra ao Senhor Bom Jesus de Matosinhos chegou ao seu desfecho na noite dessa quarta-feira, 14. Cerca de 10 mil pessoas passaram pelo Santuário com a proposta de fazer pedidos, agradecimentos e, claro, fotografar a imagem de Cristo. Uma devoção propagada através das mídias.

Flashes não faltaram diante da imagem do crucificado, esculpida em cedro, em tamanho mais que o normal, dois metros. Mesclado com as lagrimas e orações, o registro de um momento singelo, mas que transborda fé. “Tirei muitas fotos. É uma forma de evangelizar e divulgar a festa do Bom Jesus, além disso, quis mostrar minha emoção. Sou muito devota, já recebi muitas graças, ali era um momento de agradecimento. Merecia registro”, disse Letícia Gonçalves que fez diversos registros durante a festa.

Integrante da Pastoral da Comunicação, o jovem Lucas Andrade transmitiu ao vivo, pelo seu smartphone, trechos da procissão do padroeiro. As imagens, publicadas instantaneamente na página oficial do Santuário no facebook, recebiam um grande retorno dos internautas devotos. “A procissão do Bom Jesus é algo tão lindo e maravilhoso que deve ser divulgado. Em questão de segundos os vídeos já obtinham centenas de curtidas. Isso é tão bom. É um meio excelente para que outros possam acompanhar e rezar juntos, mesmo estando longe do Santuário”, relata. Além das Redes Sociais a festa também contou com transmissões ao vivo por TV e rádio da região.

 

Devoção

Fazer pedidos ou agradecimentos, essa era a missão de muitos fiéis que passaram pelo santuário nessa quarta-feira. Maria Dorvalina Detomi, por exemplo, não se cansou de rezar aos pés da imagem do crucificado em atitude de agradecimentos pelas graças alcançadas. “Quando eu tinha 44 anos eu engravidei da minha filha. Foi uma gravidez complicada, mas coloquei nas mãos do Bom Jesus e deu tudo certo. Ela nasceu com saúde e ainda pude engravidar novamente, tendo um filho padre que era meu sonho”, recorda.

 

Programação
As celebrações começaram cedo. Às 06 horas da manhã, uma alvorada foi realizada para homenagear o padroeiro do bairro de Matosinhos, em seguida, houve missa as 08, 10, 13 e 15 horas, sendo a última presidida pelo bispo diocesano, Dom Célio de oliveira Goulart.
A data festiva teve seu desfecho com a última missa do dia, realizada as 18 horas, seguida de procissão e benção do Santíssimo sacramento.

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).