Forania do Pilar realiza primeiro encontro com catequistas

No último sábado, 26, a Forania Nossa Senhora do Pilar, realizou o primeiro Encontro de Catequistas, desde a criação da forania, em agosto do ano passado. Compostas pelas paróquias de Nossa Senhora do Pilar, São José Operário, Senhor Bom Jesus do Monte, São Francisco de Assis, São Sebastião da Vitória, São Miguel do Cajuru e São Francisco do Onça, representantes se reuniram no salão paroquial de Santo Antônio do Rio das Mortes para um momento formativo e de confraternização.

No total 102 pessoas estiveram presentes e sob a orientação do padre Alisson Sacramento, padre da forania que acompanha a catequese, os participantes puderam refletir sobre os sacramentos da Iniciação Cristã. Este tema é uma proposta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a partir de um documento lançado em abril deste ano.

Para o sacerdote é importante estudar este documento, além de proporcionar uma tomada de consciência na unidade destes três sacramentos: batismo, eucaristia e crisma. Fomenta uma unidade na forania e assim as diversas paróquias e comunidades podem se conhecer melhor, conhecer as realidades de cada uma e assim trocar experiências deste trabalho realizados pelos catequistas.

Segundo o padre algumas perguntas são propostas neste estudo. “Como está sendo realizado este trabalho diante da atual conjuntura da sociedade? Como atrair os jovens, as crianças e como fazer uma reflexão que possa leva-los a um verdadeiro com Cristo?”  E acrescenta: “com o estudo do documento que está baseado no Evangelho de Jesus Cristo, onde encontra com a Samaritana, nos faz uma retomada de consciência e encaminha este trabalho importante da Igreja -a catequese- que deve basear no encontro verdadeiro com Cristo”.

Durante o encontro, os catequistas foram divididos em vários grupos para uma troca de experiências e debateram com relação aos planejamentos dos encontros com as crianças, como atrair as crianças para a catequese e sugestões de temas para os próximos encontros de catequistas.

A Santa Missa de encerramento, que aconteceu na igreja de Santo Antônio do Rio das Mortes, foi presidida pelo padre Alisson e concelebrada pelos padres, Geraldo Magela, Vinícius Idefonso Campos, Hilton Resende de Paula, Rogério Zanola e Frei Gilberto Martins Custódio, os párocos das paróquias que integram a forania.

Sobre o documento

O documento que norteou todo o encontro foi o de nº 107 da CNNBB intitulado “Iniciação à vida cristã: itinerário para formar discípulos missionários”. O texto foi aprovado pela 55ª Assembleia Geral da CNBB. Além do livro, aos catequistas e responsáveis pela animação pastoral das dioceses e comunidades está disponível um material com slides para trabalhar o texto.

Já no primeiro capítulo o texto apresenta o itinerário a partir do “ícone bíblico” representado pelo encontro de Jesus com a Samaritana retratado no capítulo quatro do Evangelho de São João. Em seis passos o documento apresenta os processos de iniciação ao discipulado de Jesus.

O documento oferece novas disposições pastorais para a iniciação à vida cristã, presente nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora desde 2011. Para os bispos, a dedicação em torno da temática revela o propósito de “buscar novos caminhos pastorais e reconhecer que a inspiração catecumenal é uma exigência atual”. Ela permitirá formar discípulos conscientes, atuantes e missionários.

 

Forania Sant’Ana também realiza celebração

Quem também celebrou a data foi a Forania Sant’Ana. A festa foi realizada na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, da cidade de Ijaci e recebeu dezenas de catequistas.

Os festejos tiveram início com missa, presidida pelo pároco, Padre Admilson Paiva, e concelebrada por demais párocos e vigários das paroquias pertencentes a Forania. Além da celebração, a programação incluiu ainda um almoço de confraternização e uma tarde de dinâmicas, músicas, apresentação dos Templos Marianos e muita oração. “Ser catequista é atender ao chamado de Deus. Uma missão de amor”, classificou Padre Admilson.

 

Textos e fotografias de Willian Carvalho (Pascom São José) e Ana Márcia (Pascom Sant’Ana)

COMPARTILHAR
Departamento de comunicação