Ijaci acolhe jovens para a celebração do Dia Nacional da Juventude

FOTOGRAFIAS: Gabriel Freire e Lucas Silveira

Inspirados na Encíclica do Papa Francisco Laudato Sí cerca de mil jovens se reuniram na cidade de Ijaci, no último fim de semana, para celebrar o Dia Nacional da Juventude (DNJ). O evento, que teve como tema “Juventude e nossa Casa Comum”, contou com fortes momentos de alegria, oração e conscientização social.

A programação teve início no sábado com Via Sacra, adoração ao Santíssimo Sacramento e Momento Mariano. Para os mais animados, um camping foi montado ao lado da pequena igreja de São José, onde os jovens passaram a noite.

No domingo, a cidade de Ijaci foi se tornando pequena perante a euforia da juventude. Ônibus de várias cidades da diocese estacionavam ao redor da igreja matriz de Nossa Senhora da Conceição, local do evento. Com grande receptividade, os jovens nem mesmo desciam dos transportes e já “se sentiam em casa”. “Apoiar os jovens é apoiar o presente e futuro da própria igreja. É trabalhar com dinamismo de serem discípulos missionários nos tempos de hoje”, ressalta o anfitrião, padre Admilson Paiva.

Iniciado com o Hino Nacional Brasileiro, o evento contou com a presença de diversos padres da diocese, assim como o bispo, Dom Célio de Oliveira Goulart, que participou de todo o evento juvenil. Segundo o bispo, a  presença dos jovens no evento é uma forma de aceitação aos planos proposto pela temática. “Se estamos aqui é por que acreditamos que é possível fazer da nossa igreja, das praças, escolas, a casa que Deus criou para nós, a casa comum, que deve ser querida e amada”.

Abordando o tema proposto pela CNBB, “Juventude e nossa Casa Comum”, a Juventude Missionária, da Paróquia Senhor Bom Jesus de Matosinhos, realizou a apresentação de abertura, mostrando “A Pessoa Humana no Centro da Criação”.  Além da atração, o evento contou com palestra de formação conduzida por padre Clayton Nogueira, responsável pela juventude da Forania Sant’Ana.

Quem também marcou presença no evento foram os religiosos(a) presentes na Diocese do Campo das Vertentes. Através de stands, eles mostravam os primeiros passos para seguir Jesus na vocação. “A presença amável e jovial de nosso bispo sempre nos anima. Assim como a participação de tantos padres, religiosos e religiosas, seminaristas e tantos outros que nos fazem sentir que estamos bem acompanhados”, desta Lucas Lara, coordenador do Setor Diocesano de Juventude.

O evento contou ainda com momentos de animação e shows, conduzidos pelo grupo de Emaús e da banda Stigma, ambas de Lavras. Após o almoço, houve também uma divertida gincana e a famosa troca de camisetas. Sem dúvida, animação não faltou aos participantes. “Foi ótimo, um dia magnífico que não vai sair da memória dos jovens de Ijaci e de todos os visitantes. Foi tudo muito animado e cheio de espiritualidade. Fiz amizades que levarei para o resto de nossas vidas”, descreve Guilherme Dias, jovem organizador do evento.

Mas nem tudo foi para brincadeira, houve também momento de forte conscientização na programação da tarde. Conduzida pela Jufra (Juventude Franciscana), círculo de conversa, mensagens e músicas, ajudaram os jovens a avaliarem o cuidado que estão tendo com a natureza, nossa “Casa Comum”.

A celebração do DNJ foi encerrada com a Missa e translado da réplica da cruz peregrina, um dos símbolos do evento, que ficará fixada em frente à igreja matriz. “É preciso deixar um marco, afinal, o DNJ envolveu toda a comunidade. Trouxe motivação para todo povo católico de nossa cidade. Todos ficaram felizes. Com certeza, isso traz mais garra com o anúncio do evangelho”, destaca padre Admilson.

Nem havia terminado e já havia expectativa para o próximo DNJ que, por sinal, já tem local e data marcada. O encontro será no dia 15 de outubro na casa da Mãe de Deus, em Madre de deus de Minas.

 

FOTOGRAFIAS: Gabriel Freire e Lucas Silveira

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).