Iluminação amarela refletem a consciencização no trânsito em igrejas da região

A cor amarela vem ganhando cada vez mais espaço neste mês de maio. A ideia é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo e propagar a conscientização de que que “Nós somos o trânsito”. Em São João del-Rei e Santa Cruz de Minas, algumas paróquias já adentraram à campanha e se vestiram com iluminação amarela.

Segundo Marcelo Carvalho, membro do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a iniciativa é louvável e precisa do apoio de toda a comunidade. “Uma pessoa morre a cada doze minutos em acidentes de trânsito no Brasil. Essa é uma triste estatística que precisamos mudar. São muitas vidas perdidas e outras milhares afetadas por um acidente de trânsito. Isso, sem contar, os milhares de sequelados que impactam negativamente, não somente a vida pessoal, mas, a de familiares e amigos”, explica.

Assim como a Matriz São Sebastião, iluminada desde o início do mês, a Catedral do Pilar se iluminou ontem, 21, com as luzes da campanha. Até o fim do mês outras igrejas devem sem incluídas no projeto de conscientização. “Neste ano, um dos assuntos abordados na Campanha da Fraternidade é “Violência no Trânsito”, vamos contribuir com nossas ações para ajudar a diminuir as estatísticas negativas”, destaca Carvalho.

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).