Irmãs Camilianas festejam em Aparecida/SP com missa presidida por Dom Célio

Foto: A12

Na última quarta-feira, 15, o Santuário Nacional de Aparecida acolheu as Irmãs da Congregação das Filhas de São Camilo. Celebrando os 70 anos de presença no Brasil, as religiosas participaram da missa das 9h, presidida pelo bispo de São João del-Rei, Dom Célio de Oliveira Goulart.

aaaEm sua homilia, Dom Célio destacou a história da congregação e falou sobre o belo trabalho realizado pelas religiosas. “São irmãs que se dedicam ao cuidado dos infernos e idosos. Somos muito felizes em tê-las em nosso pais. De modo especial, na Diocese de São João del-Rei, em Resende Costa, temos nossas irmãs. Elas tem um hospital e a casa dos idosos. Fazem com muito carinho este trabalho”, destaca o bispo.

Reunidas na casa de Nossa Senhora, as filhas de São Camilo não hesitam em demostrar seu amor a Maria. Para Irmã Terezinha Moreira, além de protetora da família camiliana, a Mãe de Jesus é exemplo de humildade serviço.13459713_1030988833637425_1048451656_n “Nossa Senhora é para nós um ícone de como chegar a pessoa mais humilde, à criança, ao pobre, ao idoso com aquele carinho maternal e é Ela que serve através de nós todos os doentes”, explica.

Além da missa, as religiosas também participaram do programa televisivo “Bem-Vindo Romeiro”, apresentando um pouco sobre a congregação para todo o país.

 

 

A vinda das religiosas ao país foi possível pelo intermédio dos Padres Camilianos da Província Brasileira, que desejavam que as religiosas colaborassem com eles no ministério junto aos enfermos.

2222Hoje, a Congregação das Filhas de São Camilo possui mais de 92 casas espalhadas pelo mundo, sendo 12 localizadas no Brasil, sete hospitais de médio porte, quatro casas de longa permanência para idosos e um colégio, com ensino infantil ao médio, curso para cuidador de idosos e curso técnico de enfermagem.

Na Diocese de São João del-Rei, o trabalho é desenvolvido na cidade de Resende Costa, onde se localiza uma casa de amparo a idosos e um hospital. Tudo, administrado pelas irmãs camilianas.

 

VEJA TAMBÉM: Transmitindo caridade, leigos e religiosos realizam trabalhos sociais com enfermos

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).