Missas, procissão e reunião do clero marcam festividade mariana em Lavras

“Cristãos leigos e leigas, sujeitos na Igreja em Saída, a serviço do Reino”, este era o tema das festividades na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, em Lavras, que completa 50º ano de história neste ano de 2018. A programação, que teve seu ápice na última quinta-feira, 24, contou com missas, procissão, coroação e reunião do clero diocesano.

Logo pela manhã dezenas de sacerdotes da diocese se reuniram no interior da Igreja matriz para a celebração festiva presidida pelo bispo emérito, Dom Waldemar Chaves de Araújo. Homenagens e apresentações cercaram todo o ato litúrgico, recordando parte dos 50 anos da história da paróquia, desde os primeiros tijolos da construção do templo até a atuação das crianças na comunidade.

“Nesses 50 anos da Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora, somos todos eternamente gratos! Gratidão aos párocos que fizeram história juntamente com o povo de Deus assim, também a todos os fiéis, de ontem e de hoje, que foram e são a força viva da comunidade paroquial”, destaca o pároco, padre Odair Carvalho.

Cada sacerdote ganhou da paróquia uma estola comemorativa, assim como o livro da Exortação Apostólica “Gaudete Et Exsultate”, sobre o chamado à santidade do munto atual. O exemplar do pontífice foi oferecido pela curia diocesana através do Administrador Diocesano, padre Dirceu Medeiros.

Após a celebração os sacerdotes se dirigiram ao Salão paroquial onde ocorreu uma breve reunião informativa. Seguindo a pauta, faram sobre o retiro do clero, a previsão da nomeação do novo bispo (no segundo semestre de 2018) e outros comunicados.

Já na parte da noite, as atenções se voltaram para à padroeira, Nossa Senhora Auxiliadora. Oração do terço, procissão e missa foram algumas motivações para os fiéis. Na chegada do cortejo, uma calorosa saudação à Mãe de Jesus movimentou a comunidade. Houve missa e coroação da imagem.

Para celebrar o Jubileu de Ouro da paróquia um bolo de mais de 2 metros foi confeitado na porta da igreja. Com gesto de partilha e sinal de unidade, a sobremesa foi distribuída aos paroquianos. “São leigos comprometidos e engajados, como “sal da terra e luz do mundo” que fazem dessa Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora, um lugar de oração, comunhão, louvor, devoção, evangelização e amor a Virgem Maria, a Auxiliadora dos Cristãos”, explica padre Odair.

A invocação de Nossa Senhora Auxiliadora (ou Auxílio dos Cristãos) é uma devoção instituída pelo Papa Pio V no ano de 1571, após a grande vitória dos cristãos sobre o exército muçulmano no estreito de Lepanto, que era a porta de entrada para a Europa. O nome é bastante popular entre os católicos, sendo bastante usado na nomeação de batismo de muitas meninas.

22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).