O dia mais feliz da humanidade

Hoje é o dia mais feliz da história da humanidade, porque nos foi dado um Salvador. Celebrar o Natal de Jesus é sempre proclamar a bondade de Deus para conosco. Nesta narrativa de São Lucas temos com precisão os fatos acontecidos na vida de Maria e de José. Vão cumprir uma decisão de César Augusto, para fazer o recenseamento em Belém. Maria estava nos dias para dar a luz. Não houve lugar para eles em nenhuma hospedaria. Mas o Filho de Deus nasceu em meio à muita simplicidade e desprendimento. Ali, junto a José, Maria e os pastores estava o Senhor do Mundo e da História.

As profecias feitas no A.T. sobre o Messias foram cumpridas, e assim uma luz resplandeceu na escuridão. Deus foi fiel à sua promessa, enviando-nos seu próprio Filho nascido de uma mulher para assumir e redimir a humanidade. Por isso festejamos alegremente em cada ano o Natal de Jesus, manifestando nossa gratidão e reconhecimento a Deus Pai. Na vida de nossa Igreja esta celebração deve ocupar, juntamente com a Festa da Páscoa, o centro de nossa experiência de fé. Acreditamos que o Verbo de Deus se encarnou para nossa salvação, nos redimiu com sua morte e nos apontou o caminho da esperança com a sua Ressurreição.

Faça do dia do Natal um grande momento de alegria, reunindo-se com seus familiares e amigos. Participando dos momentos de celebração de sua Comunidade e fazendo a todos felizes, principalmente aqueles que, ao passar pelo seu caminho, estiverem necessitados de atenção e de amor.

2

D. Célio de Oliveira Goulart

Bispo Diocesano de São João del-Rei

COMPARTILHAR