Pastoral da Sobriedade realiza encontro diocesano em Santa Cruz de Minas

Com o objetivo de propagar os trabalhos e tornar a pastoral cada vez mais conhecida foi realizada neste domingo, 22, Centro de Pastoral São Sebastião, o Encontro Diocesano da Pastoral da Sobriedade. O evento, que também reuniu representantes de grupos anônimos de recuperação de dependentes químicos, contou com palestras, estudos e muita conversa.

Iniciado com orações, o evento foi conduzido pelo assessor diocesano da pastoral, padre José Paulo Guimarães. segundo o sacerdote, a pastoral é um agir da Igreja diante das situações de dependência química. “É um trabalho que necessita de união para efetivar o serviço e fazer as pessoas felizes e mais sóbrias”, explica.

A Pastoral da Sobriedade tem como objetivo a busca da sobriedade como um modo de vida, tratando da dependência química e de outras dependências a partir da vivência dos “12 Passos da Pastoral”. “A intenção é levar o conhecimento para outros grupos como Al-Anon, Al-Ateen, AA, para conhecerem sobre a Pastoral. É reforçar o trabalho, não só com os dependentes e recuperandos, mas com as famílias”, explica Lenice Maria do Nascimento Mendes, coordenadora da Pastoral.

Uma iniciativa aprovada por Onofre Reis, representante do grupo de apoio Alcoólicos Anônimos (AA). “A gente sozinho não consegue nada. É o mistério do amor: ajudar e ser ajudado”, destaca.

A programação teve seu desfecho à noite, com a celebração da Santa Missa na matriz de São Sebastião.

Fotos: Pedro Pereira e Pâmela Silva

23 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).