Show de fogos marca desfecho da Festa das Mercês em São João del-Rei

Um show de fogos marcaram a noite de domingo, 24, em São João del-Rei. Carregado de muita fé, milhares de fiéis se reuniram no Alto das Mercês para festejar Nossa Senhora. Beleza não faltou nas manifestações devocionais.

Se olhar no dicionário, a palavra mercê possui diversos significados. Um deles diz que mercê é um favor, um benefício, podendo associar a Maria, que doa benefícios aos seus filhos, devotos. Ou significado já se remete a disposição que Maria de coloca diante de seus filhos, principalmente, na intenção de aproxima-los de Jesus Cristo.

A programação festiva teve início logo cedo com alvorada festiva. A festa teve início no dia 14 e contou com mais de 30 celebrações de missa durante toda a programação. Este ano a temática trabalhou a Carta Encíclica de São João Paulo II “Redemptoris Mater” que fala sobre a Bem-Aventurada Virgem Maria na vida da Igreja que está a caminho.

Na parte da tarde, durante a Missa Solene, o bispo diocesano de São João del-Rei, Dom Célio de Oliveira Goulart, falou sobre a origem da Ordem Mercedária e sobre a graça de ter alcançado a cura da doença, segundo ele, sobre a intercessão de Nossa Senhora. Confira um trecho da homilia:

Após a missa os fiéis partiram em procissão pelas ruas do centro histórico. Durante o trajeto, muitas orações, súplicas e agradecimentos a Mãe de Deus. “Recebi tantas graças. Foi ela que me ajudou a criar meus filhos. Foi muita dificuldade, mas ela sempre esteve ao meu lado. Hoje estou aqui para agradecer”, explica dona Maria Mônica, de 82 anos.

Em frente a Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, um momento de grande emoção. Crianças, de branco, entoaram a canção “Nos Caminhos Com Maria”. A apresentação foi organizada pelo Conservatório de Música Padre José Maria Xavier.

Na chegada da procissão um momento de grande emoção. Após a saudação do padre Geraldo Magela – que declamou um belo poema a maria – um espetáculo de fé ocupou toda a escadaria da pequena igreja. Ao som da “Marcha das Mercês”, composta por Luiz Baptista Lopes, artista da segunda metade do século XIX e início do XX, um show de fogos movimentou os corações dos fiéis presentes. Um momento mágico, segundo a mercedária, Irmã Maria Antônia Maier. “Essa celebração é tão significativa. Parece que já estou no Paraíso”, classifica.

Já no interior da igreja, houve benção do Santíssimo Sacramento e o canto do Te Deum Laudamus. A festa tem seu desfecho hoje, 25, com procissão em honra a Nossa Senhora do Bom Parto, benção das crianças e das gestantes.

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).