Solenidade da Epifania do Senhor

Ev Mt 2, 1-12

“Quando entraram na casa, viram o menino com Maria sua mãe. Ajoelharam-se diante dele, e o adoraram. Depois abriram seus cofres e lhe ofereceram presentes: ouro, incenso e mirra” (Mt 2, 11).

A festa de hoje é conhecida como Epifania ou a Festa dos Reis Magos. Vieram pessoas importantes e sábias visitar Jesus. Na tradição cristã ficaram conhecidas como os Reis Magos, representantes de todas as raças e já apontando para a dimensão da universalidade da proposta de Salvação por Jesus Cristo, o Filho de Deus. Em muitas de nossas Comunidades Paroquiais é costume de se fazerem as Folias dos Santos Reis, expressão da religiosidade popular que deve ser mantida e aproveitada para a evangelização.

Os presentes oferecidos pelos Reis Magos apontam para a realeza de Jesus, como também para sua divindade e sua humanidade: ouro, incenso e mirra. A atitude dos Reis Magos provoca em nós sentimentos de profunda alegria, porque a luz da estrela de Jesus iluminou os povos e provocou a aceitação de todas as raças para a pessoa do Salvador. Jesus veio para ser o Salvador de todos, não se tornando apenas o Messias do Povo de Israel.

A Igreja, Comunidade dos seguidores de Jesus Cristo, tem a missão de ser estrela, mostrando o caminho para todos que estão à procura de Jesus. Cada cristão batizado é responsável para levar a Jesus aqueles que andam procurando por Ele. De nossa simplicidade e pobreza queremos oferecer o melhor de nós para Jesus, através de nossos compromissos na formação de uma Igreja acolhedora e despojada.

Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano.

COMPARTILHAR
Departamento de comunicação