Solenidade da Santíssima Trindade

Ev Jo 16, 12-15

“Quando vier o Espírito da verdade, ele vos conduzirá à plena verdade. Pois ele não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido”.

(Jo 16, 13)

Celebramos a Santíssima Trindade: Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo. O mesmo Deus que se revela numa comunhão de vida entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo. A reciprocidade de vida e de amor acontece entre as três pessoas: Deus Pai ama o Filho. O Filho ama o Espírito Santo. O Espírito Santo ama o Pai. Isto gera comunhão de vida e nos revela as verdades fundamentais da nossa fé. Fomos criados pela ação criadora de Deus Pai. Fomos salvos pela ação salvífica do Filho. Somos conduzidos pela ação santificadora do Espírito Santo.

Muitas vezes a compreensão de todas estas afirmações foge à nossa compreensão, por ser um mistério. Mas, ao nos abrirmos à força divina que atua em nós, sentimos que nos movemos e somos impelidos pela Santíssima Trindade. Nossas orações, nossas celebrações, nossas ações eclesiais deixam transparecer a força extraordinária que nos vem do alto.

A Igreja deseja de nós, que somos cristãos e seguidores de Jesus Cristo, que sejamos capazes de formar comunidades vivas, repletas do amor que procede de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Somente assim seremos capazes de testemunhar para o mundo de hoje que é o amor de Deus que nos fortalece e nos impulsiona a avançarmos em nossas missões evangelizadoras e pastorais.  O cristão tem esta certeza: só será feliz quando se doa e se faz irmão e servo de todos. Que nesta semana possamos experimentar esta verdade junto às pessoas que amamos e que estejam ao nosso lado.

D. Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano

COMPARTILHAR
Departamento de comunicação