Tradição e fé levam fiéis as igrejas no dia de Santo Antônio

Seja para fazer pedidos ou agradecer a intercessão do santo. Milhares de fiéis foram até as igrejas nesta segunda-feira, 13, para homenagear Santo Antônio. De recordação, os devotos puderam levar medalhas e pães abençoados.

Padroeiro de três das quarenta paróquias da diocese, Santo Antônio é popularmente conhecido como casamenteiro e pai dos pobres.
Nascido em Lisboa, Portugal, Fernando de Bulhões era frade agostiniano, tendo mais tarde entrado na ordem Franciscana.

Foi muito conhecido pela sua vida despojada de riquezas, apesar de ter nascido em uma família afluente. O seu trabalho com os pobres foi essencial para que fosse rapidamente reconhecido como santo após sua morte.

A canonização de Santo Antônio aconteceu poucos anos após sua morte, e muitos consideram que terá sido uma das canonizações mais rápidas da história.

Na diocese

Foram várias as cidades que festejaram o santo. Padroeiro de Lagoa Dourada, uma fogueira foi acesa no ápice da festa. Já em Tiradentes, a programação contou com um casamento comunitário. O rito matrimonial aconteceu na própria missa festiva.

Quem também festejou o padroeiro foi à cidade de Itutinga. Missas e procissão marcaram a programação.

Em São João del-Rei, a noite do dia 13 foi marcada por foguetes, vindos de vários cantos da cidade. Ao todo, cinco paróquias promoveram procissões em honra ao santo.

Video: Luiz Fernando Zanetti 

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).