Tradição secular, Ofício de Trevas será realizado hoje, 12, em São João del-Rei

Uma tradição secular da Igreja Católica será realizada nesta quarta-feira, 12, na Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar, em São João del-Rei. O Ofício de Trevas, que tem início as 19h, marca a Semana Santa na histórica cidade de São João del-Rei. Preservado por mais de três séculos, o antigo Ofício Divino é todo entoado em latim e repleto de simbolismo. A cerimônia é dividida em três partes e é realizada na quarta, sexta e sábado da “Semana Maior” do cristão.

Com orações e cantos de Santo Agostinho, salmos e lamentações, o Oficio tem o objetivo de ajudar as pessoas a entenderem os sentimentos de Cristo em sua dolorosa Paixão. Durante o rito, são executados os responsórios e as laudes, compostos por padre José Maria Xavier, alternando com o Coro Gregoriano.

As atenções são voltadas para o tenebrário, um grande candelabro triangular, com 15 velas, situado ao lado direito do altar. Ao final da leitura de cada salmo, uma vela é apagada. Apenas uma, no vértice, é mantida acesa e levada para trás do altar. Esta vela representa Jesus Cristo, a luz do mundo, que nunca se apaga.

Quando a vela está escondida, todas as luzes da igreja são apagadas. É o momento das trevas, na qual os fiéis batem com o pé no assoalho, fazendo um estrondo barulho. Em seguida, as luzes são novamente acesas, anunciando que Cristo ressuscitou. “O Ofício de Trevas reforça a luz da ressurreição de Cristo, significa que ele venceu a morte e está no meio de nós. Isso nos dá força para conviver com os sofrimentos da vida e se comprometer com o amor e a justiça nesta vida que será plenificada na ressurreição”, explicou padre Geraldo Magela, pároco da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar.

Todas as três partes da cerimônia são conduzidas pelo bispo, Dom Célio de Oliveira Goulart e orquestrada pela Ribeiro Bastos. Por ser toda em latim, o rito é todo explicado por Abgar Campos Tirado, professor e comentarista sacro.

Assista e o vídeo e saiba mais sobre o Ofício de Trevas e como ele é realizado: 

(Programa “Tradição Cristã, Obras da Fé”, exibido pela TV Campos de Minas em 2015).

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).