XXII Domingo do Tempo Comum

Foto: Álisson Macedo

Ev Lc 14, 1.7-14

“Quem se eleva será humilhado e quem se humilha será elevado.” (Lc 14, 11).

Neste domingo estamos diante da passagem do evangelho em que Jesus Cristo mostra que o seu verdadeiro discípulo será aquele que em suas ações saiba se humilhar. No contexto em que vivemos sabemos que isto não é fácil. Gostamos de estar sempre nos primeiros lugares, sermos lembrados e notados por todos, ganhar fama e status. No processo de identificação com Jesus Cristo, no entanto, pede-se de nós uma generosidade tal que sejamos capazes de sempre oferecer os lugares melhores ou mais importantes aos outros. Mas não ter uma atitude assim como que recalcados ou reprimidos. Sabemos que grandes homens são importantes, porque são humildes. Estamos vendo esta atitude em nosso Papa Francisco. Como isto faz bem a todos!

A humildade não é a prudência do tímido ou do incapaz, nem o medo de se expor. A verdadeira humildade é a consciência de ser pequeno e ter de receber para poder comunicar. Quem é humilde não tem medo de ser generoso, pois é capaz de receber e saberá repartir. O amor gratuito é imitação do amor de Deus. A autenticidade do amor gratuito se mede pela pouca importância dos beneficiados: crianças, inimigos, marginalizados. Jesus não nos proíbe de gostar de parentes e vizinhos, mas imitar realmente  o amor gratuito de Deus Pai. Devemos ser gratuitos porque os nossos convidados são os pobres e os esquecidos, que precisam de nosso amor e compaixão.

Neste mês vocacional o quarto domingo é dedicado aos catequistas. Os catequistas em nossas Paróquias têm a missão de colocar nos corações de crianças, jovens e adultos os ensinamentos da fé. Transmitir o que sabem e o que vivem. Muitos realizam esta missão com alegria e dedicação, cientes de que são responsáveis em fazer conhecido o Projeto de Deus para com a humanidade. Sentindo-se chamado a exercer esta missão em sua comunidade, apresente-se ao seu Pároco e com generosidade procure repartir com os outros seus conhecimentos e sua vivência. Que Deus abençoe com suas bênçãos os nossos catequistas.

D. Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano

COMPARTILHAR
22 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).