Bispo se reúne com clero em celebração do crisma e da unidade

Consagrar os santos óleos e renovar as promessas sacerdotais. A celebração da Missa do Crisma (ou da Unidade) foi celebrada na manhã de sábado, 15, de uma forma íntima, na Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar. Devido ao isolamento social e as demais formas de prevenção ao Coronavírus a cerimônia, que não foi realizada no período da Semana Santa, reuniu apenas os padres, diáconos e seminaristas da Diocese.

Realizada às véspera da Solenidade da Ascenção do Senhor, a celebração foi presidida pelo bispo diocesano, dom José Eudes Nascimento, e concelebrada pelo bispo emérito, Dom Waldemar Chaves de Araújo. Durante a homilia, Dom José Eudes falou sobre a celebração do Crisma e destacou a atual situação que a sociedade tem vivenciado com a presença do “inimigo invisível”.

A celebração foi transmitida ao vivo pelas redes sociais da Paróquia  muitas paróquias. Além da benção dos santos óleos: enfermos, catecúmenos (para batizados) e crisma que serão enviados a cada paróquia para serem utilizados no período de um ano, houve ainda a renovação das promessas sacerdotais, como sinal de unidade e de comunhão sacerdotal. O bispo, os sacerdotes e diáconos participam do mesmo sacerdócio de Jesus Cristo, embora em graus diferentes.

Nesta celebração o bispo, rodeado pelos seus presbíteros concelebrantes, os quais renovam o que prometeram na Ordenação sacerdotal. Esta celebração da Missa do Crisma, presidida pelo bispo, “é considerada uma das principais manifestações da plenitude do seu sacerdócio e sinal de estreita união dos presbíteros com ele…” (Pontifical Romano, 2ª Ed. Paulus, 2004, pp. 525-527, nn. 1, 6 e 14. Cf. tb. Missal Romano – Missa do Crisma, pp. 235ss).

“Somos ungidos para dar continuidade a missão de Cristo. Fomos ungidos para a missão, para desinstalar-nos de nosso pequeno jardim e nos abrirmos aos mais amplos horizontes. Que renovando nossas promessas, saibamos nos comprometer com Deus e com os irmãos de sermos ‘homens de oração’, certos de que assumimos uma missão e não uma função. Somos feliz por saber que nosso bom povo apoia os nossos padres e isso nos fortalece. Saber que nós estamos a serviço de todos e, que todos, com espírito de fé, nos acolhe e nos ajudam a exercer o nosso ministério”, explica o bispo diocesano, dom José Eudes Nascimento.

PERDEU A TRANSMISSÃO?

ACOMPANHE A CELEBRAÇÃO POR AQUI!

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).