Memorial promove palestra sobre Iconografia Bizantina

Já ouviu falar em Ícone? A palavra deriva-se do grego e significa “imagem”. São quadros de representações de seres divinos. Essas figuras na maioria eram bem luxuosas. Para produzir esses quadros, os artistas tinham que passar por uma preparação espiritual e técnica.

Em geral esses quadros revestiam a superfície da madeira ou da placa de metal com uma camada dourada. Para fazer algumas partes dos quadros como, bordados e dobras, era necessário retirar a tinta com um estilete, deixando o fundo dos quadros com uma cor dourada. Algumas vezes os artistas colocavam jóias nas pinturas, dando assim aos ícones um aspecto de grande riqueza.

13495016_547532512120371_5718099036682017349_nPara aqueles que ficaram curiosos com a história, o Memorial Dom Lucas Moreira Neves prove no próximo sábado, 25, a palestra “Um olhar sobre a Iconografia Bizantina”. O evento, que terá início as 20h, será ministrado pela jornalista e bacharel em relações públicas de Belo Horizonte, Arlete Chaves Castro Teixeira.

Além da palestra, uma pequena exposição do material será realizado no espaço da biblioteca.

Vale lembrar que além dos paramentos, objetos e documentos do arcebispo, o Memorial abriga uma sala com quase 20 ícones marianos.

O Memorial Dom Lucas Moreira Neves situa-se na Rua Getúlio Vargas, 52, no centro de São João Del Rei, em frente a Catedral do Pilar. A entrada é gratuita.

 

 

25 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).