Tríduo de São Gonçalo Garcia tem início nesta quinta-feira, 01º

Tem início nesta quinta-feira, 01º, na Paróquia São Francisco de Assis, a festa em honra a São Gonçalo Garcia. Celebrações de missa, orações do tríduo e procissão marcam a programação festiva. Até o sábado, dia 03, haverá Santa Missa e Tríduo Solene às 19 horas. Já no domingo, dia 04, dia maior da festa, às 9:30 horas,, vai haver Missa Solene, seguida de procissão, Te Deum Laudamus e Bênção do Santíssimo Sacramento.

Gonçalo Garcia nasceu em Bazain (Índia Oriental) de pai português e mãe indiana. Fez seus estudos no Colégio dos jesuítas de sua cidade e aos vinte e cinco anos mudou-se para o Japão, na intenção de dedicar-se ao comércio. Chegando ali, mudou de ideia, tornando-se catequista, para ajudar os padres jesuítas, serviço esse que prestou durante dez anos, no qual houve muitas conversões. Em seguida viajou para as Filipinas e ali motivado pela vida pobre e penitente dos franciscanos, pediu para ser aceito na Ordem dos Frades Menores como irmão religioso.

Neste mesmo lugar foi designado para ser o companheiro e intérprete do Comissário São Pedro Batista, quando este viajou para o Japão. Os cristãos que haviam conhecido Gonçalo antes de ingressar na Ordem, o acolheram com muita alegria o que facilitou seu trabalho nas diversas obras missionárias.

Um decreto de prisão contra os franciscanos, expedido pelo Imperador Taicosama na noite de 8 de dezembro de 1596, abriu também para Gonçalo o caminho do martírio. Detido com seus co-irmãos e levado a Meaco, cortaram-lhe a orelha esquerda, e em seguida, colocado em um carro junto com seus companheiros percorreu toda a cidade e várias regiões até chegar a Nagasaki. Ali, na colina dos mártires, foi crucificado, tendo suas costas transpassadas por duas lanças cruzadas, que atingiram seu coração. Tinha então, 40 anos de idade. (Fonte: “Santos Franciscanos para cada dia”, Ed. Porziuncola).