Com igreja aberta durante 24h, fiéis procuram por momentos de oração e sacramento da confissão

12802812_582147108604274_8804284071458958651_nNo último fim de semana, em todo o mundo, igrejas mantiveram suas portas abertas durante o período de 24 horas. O acontecimento, incentivado pelo Papa, tinha como um dos objetivos, incentivar os fiéis a uma busca pelo Sacramento da Reconciliação (ou Confissão).

A iniciativa veio de Francisco que, em sua Mensagem para a Quaresma de 2016, destacou o período como propício à conversão e aproximação da misericórdia divina. “Com o apelo à escuta da Palavra de Deus e à iniciativa ’24 horas para o Senhor’, quis sublinhar a primazia da escuta orante da Palavra, especialmente a palavra profética. Com efeito, a misericórdia de Deus é um anúncio ao mundo; mas cada cristão é chamado a fazer pessoalmente experiência de tal anúncio”, disse o Pontífice.12821487_581724368646548_7407194554874568351_n

Na Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, em Nazareno, a proposta foi realizada com maestria. Durante a passagem de sábado, 05, para o domingo, uma multidão de fiéis adentrou a Igrejas de Nossa Senhora do Rosário para este momento especial com Deus. “A realização foi muito positiva. Nos possibilita tomar mais consciência da tamanha misericórdia de Deus”, explicou Padre Rondineli, pároco de Nazareno. “Ele (Deus) não quer nos ver perdidos, no pecado. Quer que voltemos e sejamos tratados como filhos de um pai misericordioso. E, quando arrependemos e tomamos o caminho de volta, misericordioso que é, Ele realiza uma grande festa para nós. É muito bom estar na casa do Pai”, explicou o sacerdote, remetendo a passagem bíblica do Filho pródigo.12814239_581724428646542_1382398439808208329_n

Durante o evento, os fiéis puderam participar de celebrações de penitência, adoração ao Santíssimo Sacramento, Missas, confissões, Via-Sacra e recitação do terço. O evento teve seu término, exatamente, após as 24 horas no horário inicial, as 18h.

Fotografias: Pascom Nazareno

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).