Benção de velas deve movimentar celebrações neste domingo, 02

Neste dia 2 de fevereiro a Igreja celebra a Festa da Apresentação do Senhor, conhecida também como a “Festa da Candelária”, devido à procissão de velas que é realizada neste dia. Este rito das velas tem origem nas palavras de Simeão referindo-se ao Menino, “Luz que brilhará sobre todas as nações, e glória do teu povo, Israel”. Durante a celebração ocorrem a benção das velas.

Quarenta dias após o nascimento, completados os dias da purificação de Maria, conforme prescrito nas Leis de Israel, o Menino Jesus foi apresentado no Templo para ser consagrado a Deus, manifestando a abertura de seu coração à vontade de Deus e à cultura do seu povo. A apresentação do Primogênito equivale a um ato de consagração ao Senhor acompanhado da oferta de um par de rolas ou de pombinhos, a oferenda dos pobres.

Remetendo a essa passagens fiéis vão até as igrejas para celebrar a festa da “Apresentação do Senhor” e, em alguns lugares, abençoar velas. Segundo o vigário da Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar, padre Ramiro José Gregório, “O fogo não só aquece, mas ilumina. Se estivéssemos em um escuro total, o fogo da vela iluminaria nosso caminho para não haver tropeços e quedas. Assim deve ser a nossa vida. Sendo cristo a nossa luz que ilumina nosso caminho, nos evitando cair no mau. […] Uma vela apagada não tem serventia”, explica.

25 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).