Bispo incentiva famílias a colocarem o símbolo da cruz na porta da residência

A fachada da residência episcopal ganhou um objeto de destaque nestes dias que antecedem a Semana Santa. Da janela da casa, o símbolo da cruz reforça a sugestão do bispo diocesano, Dom José Eudes Nascimento, para que as famílias possam fixar uma cruz na porta de suas casas como sinal de fé e comunhão eclesial.

A cruz é o sinal do Deus vivo. “Não danifiqueis a terra nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos de nosso Deus em suas frontes” (Ap 7,3). Mais do que nunca, hoje, quando tantos perigos ameaçam a família, é fundamental que se entronizem  a cruz de Cristo nos lares.

Símbolo de fé, bispo coloca uma cruz na área externa da Residência Episcopal.

Da cruz, nasceram os sacramentos da Igreja, que nos salvam. Dessa cruz sairá a força de que pais e mães precisam para educar os filhos na verdadeira fé do Cristo e da Igreja. Olhando a cada momento para o Cristo, tão cruelmente crucificado, flagelado, coroado de espinhos, teremos força para vencer as lutas de cada dia.

Jeifferson Maximiliano aproveitou a oportunidade para envolver suas filhas na fé e espiritualidade do símbolo. Juntos, eles confeccionaram três cruzes. Em meio a diversão, houve uma conversa sobre Jesus Cristo e oração. “Como estamos vivendo um tempo difícil de pandemia, estando de quarentena, é sempre importante trabalhar a esperança e a fé, o que se torna impossível sem falar da vida de Cristo e os exemplos deixados por ele. A cruz é o símbolo da morte mas, também, da nossa salvação. Juntos vamos vencer as dificuldades”, destaca.

Incentivadas pelos pais, as pequenas Maria Luiza e Maria Clara confeccionando a cruz para colocar na porta da residência da família.
25 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).