Canonizada neste domingo, Fundadora das Camilianas recebe homenagens em Resende Costa

No último domingo, 13, juntamente com Irmã Dulce, outros quatro santos foram canonizados. Entre eles estava a religiosa Josefina Vannini, nascida em Roma, em 1859, que se tornou a fundadora da Congregação de Filhas de São Camilo, congregação também presente na cidade de Resende Costa, na Diocese de São João del-Rei. A nova santa foi homenageada durante a celebração do Sacramento do Crisma na comunidade e teve a propagação de sua devoção intensificada.

O milagre que a levou à canonização refere-se ao brasileiro Arno Klauck, mestre de obras de Sinop (MT), que caiu do terceiro andar enquanto colocava vigas de madeira. Ao colocar a madeira, que era menor do que o buraco, ele caiu junto com a madeira.

Enquanto caía, invocou a intercessão da religiosa, salvando-se, milagrosamente, com apenas alguns hematomas. “Eu caí lá embaixo, dentro do fosso cheio de material, ao lado das vigas. Quando cheguei no hospital, os médicos fizeram vários exames, porque era impossível ter caído de uma altura dessas e não ter quebrado nada. Foi um milagre da Madre Vannini, na hora só me lembrei dela, porque aquela obra era dela”, explica ele em uma entrevista ao site Canção Nova.

Congregação das Filhas de São Camilo

A Congregação das Filhas de São Camilo, fundada por Madre Vannini, chegou ao Brasil em junho de 1946, em São Paulo. O grupo de irmãs assumiu na época o Hospital da Cruz Azul, onde realizaram os primeiros trabalhos.

Na Diocese de São João del-Rei, o trabalho é desenvolvido na cidade de Resende Costa, onde se localiza uma casa de amparo a idosos e um hospital. Tudo, administrado pelas irmãs camilianas.

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).