Católicos festejam Nossa Senhora de Fátima e fazem pedidos pelo fim da pandemia

Fiéis católicos de todo o mundo celebraram, ontem, dia 13, a festa em honra à Nossa Senhora de Fátima. Nos últimos dias, durante o novenário, houve muitas demonstrações de fé por parte dos devotos. Transmissões de missas e orações do terço completaram a programação.

Seja para fazer pedidos ou agradecimentos, os devotos de Nossa Senhora não pouparam esforços para fazer suas orações. Roseli Fátima de Oliveira, por exemplo, foi agradecer à Virgem Maria o pedido alcançado. “Sou muito devota. Carrego ‘Fátima’ em meu nome. Sempre sonhei em ter uma casa própria e, graças a Deus e a minha Virgem Maria, alcancei essa graça”, explica.

Assim como Roseli, são muitas as pessoas que, devido a pandemia, fizeram suas orações de casa, com pequenos altares e singelas homenagens. “Acendi a vela, coloquei flores e minha imagem de Nossa Senhora. Coloquei tudo ao lado da televisão e rezei com fé”, pontuou Maria de Lourdes.

Na cidade de Barroso, a programação do dia 13 começou cedo, com a oração do ângelus e diversas celebrações de missas durante todo o dia. Na parte da tarde a imagem de concentrou na porta da Igreja Matriz para a oração do terço. Centenas de fiéis se fizeram conectados pelas redes sociais para o ato devocional.

Na cidade de Lavras a festa se concentra no bairro Nova Lavras. Além da programação de missas, houve consagração das crianças e carreata pelas ruas da cidade. Dom José Eudes Campos do Nascimento, bispo diocesano, presidiu a missa festiva. Durante a homilia, o bispo falou sobre a figura de Maria e a participação do povo, mesmo que tímida, devido a pandemia.

“Mais uma vez a nossa festa não perde sua beleza por que é feito com muito carinho. Toda a igreja bem preparada, os cartazes feitos pelas crianças da catequese, expressando sua participação, em sintonia com a festa da padroeira. Queremos pedir à Virgem Maria que nos ampare, cuide e proteja contra esse vírus e nos conceda a saúde do corpo e da alma”, pontuou o bispo que encerrou a fala pedindo oração para as vítimas do vírus, seus familiares e tantos profissionais que precisam trabalhar e se envolver para cuidar da vida.

Fotos: Pastoral da Comunicação

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).