Clero da Diocese de São João del-Rei ganha novo padre

A Diocese de São João del-Rei ganhou mais um sacerdote na manhã de sábado, dia 18, Solenidade de São José. Pela imposição das mãos de Dom José Eudes Nascimento, bispo diocesano de São João del-Rei, Ronan Jesus da Costa Silva foi ordenado para o segundo grau do Sacramento da Ordem: o presbiteral. A cerimônia aconteceu na Matriz de Santo Antônio, na cidade de Lagoa Dourada.

A emoção de Ronan era perceptível e contagiou grande parte dos fiéis. Natural de Lagoa Dourada, onde nasceu e foi criado, Ronan nasceu no dia da Exaltação da Santa Cruz, em 14 de setembro de 1989. É o filho mais novo do pedreiro Antero e de dona Teresinha. De família católica, sempre participou da Paróquia de Santo Antônio de Lagoa Dourada. Trabalhava com seu pai como ajudante e, após concluir o Ensino Médio, ingressou na Universidade Federal de São João del-Rei, em 2009, tornando-se professor e historiador.

Foi participando do curso do Movimento de Emaús, em 2011, e da Jornada Mundial da Juventude, em 2013, que Ronan decidiu buscar um acompanhamento vocacional, ingressando, posteriormente, no Seminário Diocesano São Tiago, da Diocese de São João del-Rei.

Segundo o Catecismo da Igreja Católica, a Ordem é o sacramento da graça, ao qual a missão confiada por Cristo aos Apóstolos continua a ser exercida na Igreja, até ao fim dos tempos (CIC 1536). Durante a cerimônia, Dom José Eudes, conduziu o jovem para os tradicionais ritos do Pontifical Romano.

Ao responder “quero” às interrogações do bispo, Ronan afirma publicamente o propósito de aceitar integralmente o ministério sacerdotal, assim como sua promessa de respeito e obediência a ele e seus sucessores. Ao se deitar no chão, enquanto toda a assembleia entoa a Ladainha de Todos os Santos, ele demostra sua total entrega a Deus. Houve, ainda, a entrega dos paramentos, a imposição das mãos e a prece de ordenação.

Em meio a celebração, suas mãos foram ungidas com o Óleo do Crisma, para que santifiquem e ofereçam o sacrifício. Em seguida foram-lhe entregues a patena e o cálice. “A partir de agora é uma nova missão que a Igreja me concede. Isso me traz muita alegria, mas, também, reforça minha responsabilidade para que eu seja fiel a esta missão”, pontua o recém ordenado.

Após a celebração, padre Ronan comemorou junto aos familiares e amigos com um almoço festivo. Na manhã de domingo, 19, o neo-sacerdote celebrou a sua primeira missa, na igreja matriz de Santo Antônio. Após ordenado, ele atuará como vigário paroquial na Paróquia Senhor Bom jesus de Matosinhos, onde já realizou trabalho pastoral enquanto seminarista.