Clero diocesano participa de formação online sobre cuidados e esperança na pandemia

Bispo e padres estiveram reunidos online para um momento de estudo e formação. Abordando os cuidado do ministro ordenado e do povo em tempo de pandemia, o evento contou com a participação do padre Jésus Benedito, da Arquidiocese de Pouso Alegre, além de mais de 60 padres do clero diocesano.

Inspirado na passagem do Atos dos Apóstolos “Cuidai de vós mesmos e de todo o rebanho que lhe foi confiado”, o evento formativo questionou os sacerdotes sobre se permanecer saudável enquanto o mundo está doente e sobre as expectativas pós pandemia.

Para o secretário adjunto da CNBB, padre Dirceu Medeiros, esses momentos de atualização são um incentivo e um cuidado. “Corremos o risco de perder o ânimo neste tempo de pandemia e a palavra do convidado, a partir da figura do Bom Samaritano, muito me tocou. Essa parábola é muito atual, pois neste tempo precisamos redobrar o cuidado conosco e com o povo que tem sofrido tanto”.

Já padre Odair Carvalho, viu o momento como questionador, principalmente quando o palestrante citou o Papa Francisco e o dever de fazer do sofrimento o ponto de partida para a evangelização. “Creio que esse ponto inicial acontece a partir do momento em que, imitando Davi, potencializarmos nossas armas, ou seja, o cuidado. É preciso urgentemente cuidar de nós mesmos e de nossos irmãos”, pontuou paróquia da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, em Lavras.

Segundo o pároco de Ritápolis e reitor do Seminário São Tiago, padre Sergio França, no contexto difícil que a sociedade tem vivido, não se pode esconder nem lutar com armas que não são próprias. “Nossa povo está sofrendo, morrendo, está disperso. O povo precisa de pastores que deem a vida, que lutem lado a lado. Neste contexto devemos ser pastores criativos, encontrar caminhos para cuidar do rebanho. O pastor também está ferido com os feridos, mas enquanto as feridas de todos estão desatadas, o pastor desata uma por vez das suas, pois prontamente pode reatar sua ferida e se colocar a serviço do outro sempre que demandar de nós cuidados”, pontua, parafraseando o conteúdo da reflexão.

Após a manhã de partilha e estudos, o que se fica é esperança por dias melhores. “Sempre muito bem vinda essas motivações, injeções de ânimo para nos erguer em nossas caminhadas que estão sendo desafiadoras para o nosso ministério. Ao fruto recolhido, estar no fazer junto pelo encontro, levando a proteção, promoção e ao diálogo. Cuidar das pessoas, cada uma de uma vez. Não nos colocar como frágeis, mas fortes como Davi”, conclui padre Bolivar Queiróz, apontando o aprendizado.

Sobre o palestrante

Padre Jésus Benedito possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (1997), graduação em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1989), mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2004) e doutorado em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009).

Atualmente, o sacerdote atua como professor titular da Faculdade Católica de Pouso Alegre, professor colaborador da Escola de Enfermagem Wenceslau Braz e pesquisador da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Social, atuando principalmente em temas como religião, modernidade, presbítero católico, igreja católica e secularização. (Fonte: escavador.com)

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).