Com encontros diários, Apostolado da Oração celebra o mês de junho na Catedral

Com certeza você já deparou com alguém, durante a celebração litúrgica, com uma fita vermelha acetinada próximo ao pescoço. Se você não desconhecia o motivo, saiba que a pessoa é um membro do Apostolado da Oração (AO), um Movimento Eclesial, que procura viver a espiritualidade apostólica e Eucarística, brotada do Sagrado Coração, e fundamentada na releitura do Mistério da Paixão de Jesus. É uma união de fiéis que se oferecem, de forma cotidiana, para a continuidade da obra de nossa redenção.

Segundo o estatuto oficial, o grupo “constitui a união dos fiéis que, por meio do oferecimento cotidiano de si mesmos, se juntam ao Sacrifício Eucarístico, no qual se exerce continuamente a obra de nossa redenção, e desta forma, pela união vital com Cristo, da qual depende a fecundidade apostólica, colaboram na salvação do mundo”.

A fita simboliza o amor de Cristo e também o compromisso que se assume com Ele. A fita estreita é a fita do zelado, aquele que está começando a trilhar os caminhos do Apostolado. A fita larga é a do zelador, que busca novos caminhantes para ajudá-lo a servir.

O AO nasceu num colégio da Companhia de Jesus (de padres Jesuítas) na França e espalhou-se pelo mundo e trabalha com afinco pela evangelização das famílias, com uma devoção especial ao Sagrado Coração de Jesus. Atualmente, reúne cerca de 40 milhões de membros em todo o mundo.

Celebração no mês de junho

O Apostolado da Oração da Paróquia Nossa Senhora do Pilar comemora neste ano 128 anos de atuação e para celebrar o mês de junho, Consagrado ao Sagrado Coração de Jesus, vai acontecer diariamente, na Catedral Basílica, orações e Bênção do Santíssimo Sacramento às 6h40 da manhã, e, Santa Missa com pregação, às 7 horas (exceto aos domingos).

O tema das pregações para as celebrações deste ano será a Exortação Apostólica do Papa Francisco, “Alegrai-vos e Exultai”, sobre o chamado á santidade no mundo atual.