Comunidade do Curralinho dos Machados festeja Bom Jesus

A comunidade do Curralinho dos Machados, pertencente a Paróquia Santo Antônio, da cidade de Lagoa Dourada, celebrou as festividades em honra a Bom Jesus dos Perdões. Missa e translado com a imagem do crucificado fizeram parte da programação.

Segundo relatos, foi na pequena capela do Bom Jesus dos Perdões que foi encontrado um missal datado de 1734, em couro e escrito em latim. Acredita-se que este deve ter sido contemporâneo à construção da Capela, sendo assim, seus primórdios remontam do século XVIII. Associa-se que a origem da capela está ligada a uma promessa feita pela esposa do Barão de Cocais. Ela teria prometido construir um templo dedicado a Bom Jesus e cumpriu sua promessa construindo esta Capela.

Devido às características dos ornamentos da Capela acredita-se que parte deles foi executada pelo Mestre de Lagoa Dourada. Em livro de tombo de 1911, que se encontra na casa Paroquial, não há registros sobre o histórico da Capela Bom Jesus dos Perdões, somente referências sobre empenhos.

A devoção

A devoção ao Senhor Bom Jesus possui suas raízes em Portugal, de onde foi levada aos países de colonização portuguesa, como Brasil, Angola e Açores. Sob essa invocação, venera-se a imagem de Jesus Cristo, especialmente em diferentes episódios de sua Paixão.

Trata-se de uma prática religiosa muito antiga, que participa da memória de diferentes localidades, de todos os estados do Brasil. Os primeiros vestígios do culto ao nosso Senhor Bom Jesus, no Brasil, remonta o século XVII, se organizando junto com os primeiros lugarejos.

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).