De forma inclusiva, Paróquia oferece missa com intérprete de libras

A presença do intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais) em eventos e cerimônias é essencial para que surdos se sintam incluídos. Hoje, algumas igrejas contam com voluntários que fazem a interpretação em sinais das missas. Tal iniciativa foi aderida na Paróquia São Sebastião, localizada na cidade de Santa Cruz de Minas, na celebração do último domingo, dia 07.

A ação parte da ideia de oferecer para a comunidade uma acessibilidade. “Esperamos que a gente consiga implantar a Pastoral dos Surdos. Essa é uma forma de acolher a todos e com acessibilidade. é uma oportunidade de crescer nessa dimensão”, pontuou o pároco, padre Bolivar Vieira de Resende.

Segundo o sacerdote, a palavra de Deus precisa ser levada a todos indistintamente, independente da forma que será levada. Esse é o primeiro passo para a implantação da Pastoral do Surdo, já existente na Província de Juiz de Fora.

Acompanhando de casa, pelas redes sociais, Cléria Silva parabenizou a paróquia e manifestou apoio. “Parabéns padre Bolivar, por pensar em nossos irmãos que tem problemas de audição e tomar a iniciativa junto com a Pascom de realizar a transmissão da celebração da Santa Eucaristia tendo a participação de uma intérprete de libras. Isso é muito importante”.

FOTOS: Edvane (PASCOM)