Devolver amor, por amor

“Meu coração comove-se no íntimo e arde de compaixão”, diz o Senhor!
(Os 11, 8c)

Nesta Solenidade do Sagrado Coração de Jesus venho saudar-vos, trazendo esta mensagem confortadora do Senhor Deus: “Meu coração comove-se no íntimo e arde de compaixão” (Os 11, 8c). O amor de Deus é um sentimento verdadeiro e nobre, nascido das entranhas misericordiosas daquele ato supremo de doação acontecido na Cruz. “Um soldado abriu-lhe o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água” (Jo 19,34). Esse é o amor que queremos experimentar e testemunhar. Um amor que vai até o fim (cf. Jo 13,1) e se escancara em um Coração aberto e sedento de amor.

Este ano comemoramos os 350 anos das aparições de Jesus a Santa Margarida Alacoque. O jubileu teve início no dia 27 de dezembro de 2023, quando se completaram 350 anos da primeira das três aparições. Ele se estenderá por um ano e meio, até 27 de junho de 2025, no dia que se celebrará a Solenidade do Sagrado Coração de Jesus e no mês em que a terceira e última aparição completará seu 350º aniversário. O tema que norteia as atividades do jubileu é “Devolver amor, por amor”. O principal objetivo da iniciativa é difundir a todos o apelo à retribuição do amor pelo amor. Da mesma forma que Jesus manifestou o seu amor pela humanidade por meio do seu Sagrado Coração, os fiéis são chamados a retribuir esse amor e reparar as injustiças no mundo.

Assim, incentivo-vos a celebrar bem esse dia de festa com esse espírito: Jesus nos amou até o fim; com a nossa vida e com a nossa fé queremos devolver a Ele e aos irmãos o nosso amor. Viver e testemunhar que acreditamos nesse amor infinito que jorra do Coração do Filho de Deus. Deixo três orientações práticas:

1. Viva intensamente esse mês do Coração de Jesus e a solenidade de hoje. Faça uma boa confissão, comungue frequentemente e não se descuide da oração, em especial do Oferecimento Diário.

2. Use sua fita em todas as celebrações e atos de piedade: é um testemunho bonito de sua adesão ao Apostolado e de sua consciência do amor de Deus.

3. Faça um ato de caridade concreto e especial nesse mês: assim o amor que você proclama com voz, com a fita e com as festas ficará mais perfeito e agradável a Deus.

Siga firme no Apostolado e convide mais pessoas para esse movimento tão bonito, acreditando naquela promessa que Jesus fez a Santa Margarida: “As pessoas que propagarem esta devoção terão o seu nome inscrito para sempre no Meu Coração!”