Devotos celebram festa de Nossa Senhora de Fátima

Fiéis católicos de todo o mundo celebraram no último sábado, dia 13, a festa em honra a Nossa Senhora de Fátima. No fim de semana, muitas demonstrações de fé marcaram os devotos que participaram de missas, orações do terço e procissão luminosa em cidades como Lavras e Barroso.

A devoção a Nossa Senhora de Fátima teve origem em Fátima, uma cidade de Portugal, no ano de 1917, onde três meninos, Lucia de Jesus Santos, com 10 anos e seus primos Francisco, de 9 anos e Jacinta, de 7 anos, tiveram a visão de Nossa Senhora. Nelas a Virgem Maria, toda de branco, pedia a oração do Santo Rosário. “Deus se comunica conosco através de Maria e da simplicidade e pequenez das crianças. Para ele fazer maravilhas, não precisa de muita coisa, estudo, nem se quer o sacramento tinham. Nossa Senhora guiava eles para o caminho da paz. O mundo precisa de mais oração, conversão e sacrifício”, explica o pároco, padre Samuel Detomi.

Pela manhã, Dom José Eudes Campos do Nascimento presidiu a celebração da Missa Solene, na paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Barroso. “Quando olhamos para Nossa Senhora compreendemos a dimensão do amor de Deus presente nela, primeira de todas aas criaturas humanas. Sua pessoa e presença é recado divino para toda a humanidade. Nela, compreendemos o Mistério inefável. Maria quer que progridamos na vida, sem esquecer de Deus. A mensagem de Maria será sempre a Palavra do Evangelho. Ela nos ensina a gloriar no poder e misericórdia de Deus. Nos toma pelos braços e nos conduz ao encontro de Cristo”.

Já durante a missa festiva, em Lavras, o bispo aproveitou para render graças pelos 20 anos de instalação da paróquia. A histórica teve início no ano de 1958, quando então os padres da Congregação do Sagrado Coração de Jesus atuavam juntamente com a comunidade do Bairro Nova Lavras, decidiram pela construção, no bairro, ao lado de um cruzeiro onde hoje se situa a Igreja Matriz, de uma Igreja dedicada a Nossa Senhora. “Trazemos com carinho a lembrança de tantos que fizeram e continuam fazendo história na vida dessa paróquia. Lembramos com carinho do nosso bispo emérito, Dom Waldemar, que se encontra enfermo e que foi o grande idealizador dessa Paróquia”, recorda Dom José Eudes.

Seja para fazer pedidos ou agradecimentos, os devotos de Nossa Senhora não pouparam esforços para fazer suas orações. “Hoje vim agradecer a minha mãezinha. Minha filha estava passando por uma tribulação e hoje ela está curada. Nossa Senhora nunca me desampara”, pontua a devota Maria de Fátima Tavares.