Diocese comemora 60 anos de evangelização com missa na Catedral do Pilar

Foto: Fabiola Ribeiro

A Diocese de São João del-Rei nesta sexta-feira, 06, seu Jubileu de Diamante. A data marca os 60 anos de instalação da instituição, conhecida pelas tradições tricentenárias e pela sua pluralidade de expressões. Para marcar a data uma missa foi presidida na Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar e contou com a presença de bispos e dezenas de padres e religiosos.

Através da Bula Quandoquidem novae, “visto que a constituição de uma nova Igreja sempre conduz à esperança (…)”, pelo Papa São João XXIII, a Diocese deu seus primeiros passos, se desmembrando da Arquidiocese de Mariana, da Diocese da Campanha e da então Diocese de Juiz de Fora. Desde o dia 06 de novembro de 1960, data da instalação, continua a caminhar sob a proteção de Nossa Senhora do Pilar.

A cerimônia foi presidida pelo bispo diocesano, Dom José Eudes Campos do Nascimento – devido um imprevisto na estrada com Dom Walmor Oliveira de Azevedo, Presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que iria conduzir a cerimônia – e contou com a presença do bispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira e do bispo emérito, dom Waldemar Chaves de Araújo.

Com um território que abrange 25 cidades e 42 paróquias a Diocese, a celebração reforçou a rica história construída nestas 6 décadas e as diversas demonstrações de fé marcadas pela participação do povo.

Devido ao Coronavírus e as normas de prevenção, o rito foi realizado de portas fechadas, restringindo a participação, apenas, do clero. Mas os fiéis não ficaram impedidos de acompanhar toda a celebração. Pelas mídias digitais e ondas de radio, as pessoas puderam estar conectadas na fé e rezar junto.

Após a missa houve o canto do Te Deum laudamus.

25 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).