Diocese participa de seminário sobre proteção ao menor e vulnerável na Igreja

Imagem: vaticannews.va/

Terminou no último sábado, 10, o II Seminário Sanando as próprias feridas. O evento – realizado em formato virtual – foi realizado pela Comissão Especial de Proteção da Criança e do Adolescente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), juntamente com o Núcleo Lux Mundi. A assessoria ficou por conta de professores brasileiros e de um Grupo de Trabalho da “Pontifícia Comissão de Proteção do Menor”, sediada em Roma.

O evento teve por objetivo promover uma ampla discussão sobre a violência sexual contra crianças, adolescentes e pessoas vulneráveis, enfatizando aspectos relevantes como a prevenção, proteção, escuta, cura das feridas e reconciliação, enfrentamento das denúncias. Durante as conferências, foram abordados aspectos jurídicos, canônicos, eclesiais e sociais do tema, contando coma interferência de conferencistas nacionais e internacionais.

Segundo padre Javé Domingos da Silva, um dos participantes, o seminário se insere na iniciativa da Igreja em combater a violência sexual a crianças, adolescentes e vulneráveis, promovendo assim uma cultura de respeito e testemunho. “O Papa Francisco, através do Motu Proprio Vos estis lux mundi (Vós sois a luz do mundo) ordenou que em todas as dioceses do mundo fosse instituídos serviços de escuta e acompanhamento de casos de violência sexual, no sentido de acolher e ajudar as vítimas, apresentar encaminhamentos concretos aos casos e colaborar na prevenção de novos males”, explica.

Além do sacerdote, participaram outros membros da Diocese de São João del-Rei como o bispo, Dom José Eudes Nascimento; o Vigário Geral, padre Geraldo Magela da Silva; o Subsecretário Geral da CNBB, padre Dirceu Medeiros; o membro do Tribunal Eclesiástico, padre Saulo Alves; o mestrando em Direito Canônico, padre Elissandro Carvalho; além do  psicólogo, Denner Luiz da Silva; e do Bacharel em Direito e especialista nos Direitos da Criança e Adolescente, Eduardo Abrantes Campos. Alguns desses participantes integrarão ao Serviço Diocesano de Proteção de Crianças e Vulneráveis, que está em fase de composição.

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).