Diocese promove formação sobre a Campanha da Fraternidade para clero e leigos

Em pleno período quaresmal a CNBB propõe aos católicos brasileiros a Campanha da Fraternidade, na busca de proporcionar uma reflexão mais social e humanitária de problemas atuais que cercam a sociedade. Para refletir sobre a fraternidade e a amizade social a Diocese de São João del-Rei promoveu na manhã da última quinta-feira, 08, uma formação para clero e leigos sobre a Campanha da Fraternidade e a proposta de trabalho para 2024. O evento aconteceu no Salão Irmão Sol, nas dependências do Campus Santo Antônio da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), e reuniu mais de 100 participantes, incluindo padres, seminaristas, religiosos e leigos.

A intenção do evento, assim como nos anos anteriores, era de promover diálogos e sensibilizar a sociedade e a Igreja para a temática. O momento formativo teve início com orações e preces na Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes e foi conduzido pelo Coordenador Diocesano de Pastoral, Padre Jorge Wilson Fonseca.

Para trabalhar a abordagem do assunto, Padre Rodrigo Souza da Silva, secretário executivo do Regional Leste 2 da CNBB, compactou o conteúdo do Texto-Base e aprofundou as pistas de trabalho com os presentes, seguindo a metodologia do Ver, Julgar e Agir. O sacerdote é graduado em Teologia pelo Seminário Maior São José da Arquidiocese de Mariana em 2008 e Filosofia pelo CESB em 2010. Fez especialização em Teologia Pastoral e mestrando em Teologia, com ênfase na Práxis teológica pela Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) em 2018. Também atuou como professor no Seminário Maior João XXIII da Diocese de Paracatu.

FAÇA DOWNLOAD DO MATERIAL (CLIQUE AQUI)

Para quem participou do evento, um rico aprendizado, como explica Padre José Raimundo da Costa, Vigário das Paróquias Sant’Ana e Nossa Senhora do Rosário de Fátima, ambas em Barroso. “A multiplicação daquilo que foi conversado e mostrado aqui, cada um do seu jeito, dentro da sua realidade paroquial, é importante e necessário, envolvendo, assim, toda a Diocese”.

A Campanha da Fraternidade foi celebrada nacionalmente pela primeira vez em 1964. Ela foi criada por Dom Eugênio Sales, na época arcebispo da arquidiocese de Natal (RN) e teve com Dom Helder, então secretário-geral da CNBB, o grande esforço pastoral em torná-la nacional, portanto, há 60 anos que a CF vem mobilizando todo o Brasil num verdadeiro mutirão de evangelização e de conversão.