Em tempos de pandemia, grupo de “Mães que oram pelos filhos” vira alicerce em meio as dificuldades

O Movimento Mães que Oram Pelos Filhos, da paróquia Sant’Ana, da cidade de Lavras, terá uma tarde diferente nesta quarta-feira, 14. De forma remota, as integrantes do grupo vão se unir para refletir sobre a Misericórdia de Cristo e intensificar as orações na intenção dos familiares. O evento vai ser realizado pelo Google Meet, à partir das 17 horas.

O Movimento teve início em 2011, em Vitória (ES), e tem como objetivo orientar, formar e direcionar a criação e o funcionamento de outros grupos de mães que querem orar pelos filhos. Ao longo do tempo, o Movimento avançou pelas mídias sociais e alcançou milhares de pessoas, não somente com obras espirituais, mas com ajuda nas necessidades materiais da Igreja e de instituições.

O Movimento é formado por mães que buscam se evangelizar e anunciar a Palavra de Deus a toda a sua família, sendo abertas e missionárias em saída para, então, interceder por seus filhos e filhas. Em Lavras o Movimento teve início em março de 2020 e, devido a pandemia, tem se adaptado através de encontros remotos.

“Foi um projeto de Deus este movimento. Em tempos tão difíceis, este grupo de oração tem servido de alicerce para muitas mães que se encontram perdidas, angustiadas e até depressivas. Juntas, oramos por nossos filhos, nossas famílias e pelas famílias das outras. É tentar seguir os passos de Maria”, explica Fernanda Gomes, coordenadora do movimento da Paróquia Sant’Ana e representante metodológica na Província de Juiz de Fora.

Ao todo são mais de 10 grupos espalhados no território da Diocese. Parece algo comum, ver uma mãe rezar pelo filho, mas as ações do movimento vão muito além. “Nós temos uma preparação e uma metodologia. Hoje, por exemplo, vamos rezar o “Terço do Clamor de Mãe”, depois estudar sobre a Festa da Divina Misericórdia e, em seguida, praticar o momento Oracional, através da Lectio Divina. Não se trata de orar, apenas, mas de crescer espiritualmente na fé”, conclui Fernanda.

Através de Vídeo chamada, elas fazem suas orações, partilham dificuldades e crescem juntas na fé.

Atualmente o grupo conta com mais de 50 mulheres é se reúnem toda a quarta-feira. O movimento vem crescendo com a popularização da internet, ganhando mais consistência e força. “Esperamos que esse período de pandemia passe logo para podemos voltar com os encontros presenciais e partilhamos nossa fé e nossas histórias de vida”.

Mais informações sobre os trabalhos através do site:

www.maesqueorampelosfilhos.com

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).