Fiéis pedem proteção de São Sebastião durante a pandemia

Nestes tempos tão difíceis que a humanidade tem passado devido a pandemia da Covid-19, muitos católicos tem se agarrado na fé para enfrentar as dificuldades, claro, adotando, também, uma higienização mais intensa, além de seguir as medidas recomendadas pelos órgãos de saúde. O que muitos não sabem é que há santos intercessores para causas similares como essa.

Um deles é o mártir São Sebastião, guarda romano que conheceu a Cristo e se rebelou contra os perseguidores da mensagem do Evangelho. Foi atravessado por flechas, sobreviveu e voltou a pregar, até ser preso novamente e espancado até a morte. Sua devoção foi difundida entre os primeiros cristãos.

São Sebastião se torna um dos santos intercessores contra as doenças contagiosas em meados dos anos 680, quando uma grave peste se instalou em Roma. O bispo da cidade teve a ideia de invocar a proteção do mártir, trazendo seus restos mortais para a capital italiana.

Com a chegada dos ossos do santo na cidade, a epidemia sumiu imediatamente. São Sebastião foi invocado em outras pestes ao longo da história, como em 1575 em Milão, e 1599 em Lisboa, Portugal. Em todas elas, São Sebastião foi reconhecido como aquele que intercedeu pelo fim das doenças que assolavam o povo.

Aclamado como padroeiro dos soldados, arqueiros e atletas, São Sebastião é muito invocado no combate às epidemias. “Nosso povo tem uma grande devoção à São Sebastião. Sua vida é um exemplo para todo cristão. Ele nos mostra seu grande amor pela Igreja, mesmo sofrendo grandes perseguições e provações. Em tempos de pandemia, quando estamos vivendo em nossa clausura domestica, são muitos os devotos que tem acompanhado as celebrações de casa, pelos meios de comunicação, acreditando na intercessão do santo para o enfrentamento dessa doença invisível”, explica Dom José Eudes, bispo diocesano de São João del-Rei

Uma devoção forte e que inspira. “Desde muito novo aprendi a rezar, eu era pequeno e passava por inúmeras dificuldades em minha família. São Sebastião me tornou forte, me ajudou a enfrentar e a vencer vários obstáculos em minha vida. O orgulho que tenho em tê-lo como Padroeiro e ser devoto me faz a cada dia querer engrandecer e mostrar a todos como são belas as grandes obras que São Sebastião faz em nossas vidas”, destaca o ingaiense, Ronaldo Costa.

Oração a São Sebastião contra as epidemias

​Glorioso mártir São Sebastião, soldado de Cristo e exemplo de cristão, hoje pedimos a vossa intercessão junto ao trono do Senhor Jesus, nosso Salvador, por Quem destes a vida. Vós que vivestes a fé e perseverastes até o fim, pedi a Jesus por nós para que sejamos testemunhas do amor de Deus.

Vós que esperastes com firmeza nas palavras de Jesus, pedi-Lhe por nós, para que aumente a nossa esperança na ressurreição. Vós que vivestes a caridade para com os irmãos, pedi a Jesus para que aumente o nosso amor para com todos.

Glorioso mártir São Sebastião, protegei a nós e a nossos animais contra o contágio da peste, as epidemias, as doenças e a fome; defendei nossos rebanhos e nossas plantações, que são dons de Deus para o nosso bem e para o bem de todos, livrai-nos da guerra e defendei-nos do pecado, que é o maior de todos os males.

a celebração na região!

Na Diocese de São João del-Rei, regiões como Santa Cruz de Minas, Ingaí, Lavras e São Sebastião da Vitória, festejaram o padroeiro. Visitem as redes sociais das paróquias e acompanhe a programação festiva!

26 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).