Fiéis celebram a Festa de Pentecostes com manifestações de fé e tradições culturais

Música, tradição e muita fé. Assim é o Dia de Pentecostes na Paróquia de Matosinhos, em São João del-Rei. Marcado pelo Jubileu do Divino Espírito Santo a festa conta com missas, manifestações culturais, benção e procissão. Organizada pela Comissão do Divino, a celebração reúne fiéis de toda a região desde 1774, sendo interrompida por 75 anos, e resgatada no ano de 1998.

Logo pela manhã o som dos instrumentos já se destacavam em meio a movimentação. Com tambores, fitas e muita alegria, os grupos de Congado, vindos de várias cidades mineiras, revelava a diversidade cultural do país através da demostração de fé de um povo. A luta pela valorização de suas raízes. “O grande jubileu do Divino abraçou os congados e toda essa cultura. É uma riqueza imensurável”, destaca o historiador, Ulisses Passarelli.

Celebrando os cinquenta dias após a ressurreição de Jesus Cristo, a festa de Pentecostes é a forma de mostrar a vida da igreja e a força que a inspira. “Celebramos o início da nossa caminhada de fé. É ter consciência que o Espírito Santo que conduz e inspira à Igreja. Que faz crescer a fé do cristão. É a mão atuante do Senhor”, explica padre Jorge Wilson.

Na parte da tarde, dom José Eudes Nascimento presidiu a celebração solene. Em sua homilia, o bispo diocesano de São João del-Rei falou sobre a beleza da festa e das tradições folclóricas. “Essa bela tradição presente na vida de nossa comunidade, com suas músicas e danças, prestam homenagens ao Espírito Santo. É bonito ver essa religiosidade na vida do nosso povo”.

Dom José também falou sobre a importância de renovar os compromissos sacramentais no dia à dia. “Estou realmente vivendo os dons do Espírito? Precisamos deixar o Espírito Santo agir de verdade em nossa vida e fazer de nós pessoas novas”, explica.

A programação contou ainda com a coroação do imperador e procissão. Uma oportunidade para os fiéis fazerem pedidos ao Espírito Santo ou agradecimentos. Na chegada houve benção do Santíssimo Sacramento e, como de costume, a descida dos mastros.

Fotografias de Eder Campos e Fabiola Ribeiro

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Cursa Comunicação Social/Jornalismo na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).