Igreja de Dores de Campos ganha novo retábulo através de campanha

A Matriz de Nossa Senhora das Dores, da cidade de Dores de Campos, ganhou um novo altar, todo entalhado em madeira. Para celebrar com festa a conclusão da primeira parte da obra, uma missa foi presidida, na última semana, junto da comunidade dorense. A obra recorda a cena do Calvário, com a presença da Virgem Dorolosa, Maria Madalena, e o discípulo amado de Jesus, João Evangelista.

Localizada há 40 km de São João del-Rei, a cidade abriga uma linda igreja no estilo Neoclássico dedicada a padroeira do município. Construída no início do século XX, a igreja veio sofrendo, no decorrer do tempo, diversas intervenções, resultando hoje a perda de parte da arquitetura original. É neste contexto que surgiu, em outubro de 2020, a ideia de valorizar a memória e resgatar a beleza artística através da construção de um novo retábulo. O projeto é uma releitura do original com traços atuais.

Segundo o pároco e incentivador da obra, padre João Rodrigues de Paula, a ideia é resgatar a história da comunidade e valorizar a beleza do maior monumento arquitetônico da cidade. “A sua confecção tem como objetivo resgatar, dentro de uma releitura mais elaborada, o que existia em sua estrutura original, dotando a atual edificação da Matriz de maior dignidade, beleza e arte. Esse é o espaço onde o povo católico se reúne para adorar a Deus e ao mesmo tempo expressar a devoção e o profundo amor à Maria Santíssima, Mãe de Jesus e nossa Mãe”, explica.

A nova aquisição contou com a colaboração afetiva e efetiva de diversas pessoas da comunidade, agilizando o avanço da primeira etapa do projeto: a confecção em madeira. “Terminado este trabalho, ainda teremos dois importantes passos, a pintura do retábulo e a aquisição das imagens sacras de São João Evangelista e de Santa Maria Madalena, formando, assim, a cena do Calvário, com presença da Virgem Maria, a Senhora das Dores”.