Igreja de São João del Rei recebe novos sinos adquiridos em campanha

Foi realizado no último domingo, 24, a bênção solene do “Lourdes” e “Catarina”, novos sinos da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, a mais antiga de São João del Rei. Os sinos foram adquiridos após a campanha chamada “Sentinela Sonora”, que mobilizou grupos sociais, ligados à igreja e ao patrimônio histórico.

13716096_957660087680385_5065702310268263729_nO maior dos dois sinos, “Lourdes”, pesa 600 quilos e ficará no campanário que estava vazio. Foi batido por ficar logo acima da gruta de Nossa Senhora de Lourdes, dentro da Igreja. “Catarina”, que pesa 400 quilos, será o quarto sino no outro campanário, junto de “Domingos”.

“Após estudos foi determinado que as fissuras não comprometiam o sino, portanto, ele continua lá. Os nomes fazem referência a São Domingos e à Santa Catarina de Sena, os patriarcas da Ordem Dominicana. Estamos respeitando a tradição da cidade em batizar os sinos, que foi preservada ao longo do tempo”, disse Nélson Antunes.

Na foto, o sino “Catarina” antes de receber a pátina (Foto: Confraria da Igreja do Rosário/arquivo)

A mobilização reuniu o professor da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais, André Guilherme Dornelles Dangelo; a Confraria do Rosário; a Associação dos Amigos de São João del- Rei; a Atitude Cultural; o Centro Cultural Feminino; a Paróquia do Pilar e o Museu de Arte Sacra. O grupo conseguiu o valor suficiente para encomendar os novos sinos.

“Começamos a campanha a partir de sugestão do arquiteto André Dangelo de que fosse colocado um sino em um dos nossos campanários, que estava vazio. E na época, foi cogitada a substituição do “Domingos”, que apresentava algumas fissuras. Nós nos reunimos e fizemos uma campanha que teve resposta positiva, chegando a R$ 60 mil”, explicou Nélson Antunes, da Confraria da Igreja do Rosário.

Após cotação de preços, Nélson Antunes explicou que a compra dos sinos “Lourdes” e “Catarina” foram feitas em Piracicaba (SP), receberam a pátina no Rio de Janeiro e a parte superior de madeira em uma oficina em Tiradentes (MG). “Eles chegaram a São João del Rei no início de julho e agora receberão a bênção para serem içados para as torres”, disse.

13631479_957659281013799_4174198372714120873_n

Fonte: G1

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).