III Domingo da Páscoa

Evangelho Jo 21, 1-19

“Pedro disse: ‘Senhor, tu sabes tudo. Tu sabes que te eu amo!’ Disse-lhe Jesus: apascenta as minhas ovelhas!” (Jo 21, 17).

Se durante sua vida Jesus teve uma proximidade muito grande com o apóstolo Pedro, também em suas manifestações de Ressuscitado uma vez mais Ele se manifesta muito íntimo de Pedro. Neste terceiro domingo da Páscoa o relato do Evangelho nos coloca muito próximos daquilo que era uma experiência tão conhecida de Pedro e de alguns outros apóstolos, que era realizar a pesca no lago de Tiberíades. Naquela noite não pescaram nada. Mas diante da orientação de Jesus, ainda não reconhecido por eles, lançam a rede e a pesca foi grandiosa. Ao chegar à beira da praia, reconhecem Jesus. Comem com Ele o pão e o peixe. E logo a seguir vem o questionamento feito por Jesus: “Pedro, tu me amas?”

Pedro se entristeceu com a insistência de Jesus e devido a seu temperamento pode até ser que tenha ficado aborrecido. Mas exclamou: “Senhor, tu sabes tudo! Sabes que eu te amo”. Em contrapartida Jesus lhe deixa a missão de apascentar o rebanho, isto é, de conduzir a Igreja.

Igualmente nós, em nosso seguimento a Jesus Cristo, somos questionados por Ele mesmo, se nós O amamos. Com o exemplo deixado por Simão Pedro, queremos reafirmar nosso amor a Jesus Cristo. Com isto para todos nós virão os pedidos do Senhor, para realizarmos com amor e fé a missão que Ele nos dá em nossa experiência eclesial. Não tenhamos medo de assumir as responsabilidades na Igreja, porque Ele também nos concede os dons e talentos para serem colocados a serviço dos outros.

D. Célio de Oliveira Goulart – Bispo Diocesano

24 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).