Imagem restaurada de Sant’Ana traz novo brilho a festa da Padroeira de Lavras

Quem adentrou a Matriz de Sant’Ana, em Lavras, nesses últimos meses, deve ter estranhado, ou sentido falta, da imagem do altar central, que foi substituída por uma menor. Tal fato ocorreu, pois a imagem da Padroeira da cidade de Lavras passou por restauração e cuidados em preparação para sua festa, que acontece neste mês de julho.

13754481_1336060249755893_1102974501532167309_nSegundo reportagem exibida pela TV Universitária, a imagem é de autoria do escultor e desenhista austro-húngaro Ferdinand Stuflesser (1855-1926), e  foi trazida para Lavras na década de 1920, pelas mãos do padre Fernando Baumhoff, da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (SCJ). Foi ele quem encomendou a peça ao artista na antiga Áustria – hoje território italiano, juntamente com todas outras imagens e o altar que se encontra na igreja.

Desde abril deste ano, a imagem de Santana, a padroeira de Lavras, passa por intervenções de um artesão de São
João Del Rei. A imagem que é do século passado carrega não só o valor religioso, mas também valor cultural e patrimonial para Lavras.

No ultimo dia 16 de julho, a imagem restaurada voltou para seu lugar no Altar-mor da Igreja Matriz e foi recebida com uma bonita celebração. O restaurador Carlos Magno Araújo falou um pouco sobre este processo de restauração: “Creio dedicar todo meu conhecimento e experiência para devolver a cidade de Lavras sua padroeira quase tão bela quanto foi criada pelo artista”, explica o artista.

Confira uma reportagem especial da TVU de Lavras, que mostrou um pouco mais sobre a restauração.

27 anos. Natural de São João del-Rei. Secretário de Comunicação da Diocese de São João del-Rei, trabalhando no DEDICOM (Departamento Diocesano de Comunicação). Formado em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ).