Jovens de Santa Cruz de Minas levam a essência da Páscoa às ruas

Distruibuição de mensagens do Papa Francisco sobre a Páscoa pretendem levar as pessoas a uma reflexão pessoal.

Páscoa: “Com a morte e ressurreição, Jesus indica a todos o caminho da vida e da felicidade”, afirma Papa Francisco. Um sentido que vai além da troca de chocolates. Pensando nisso, os jovens do Grupo de Oração Jesus Fonte de Misericórdia promoveram um ato de evangelização no semáforo principal de Santa Cruz de Minas, na tarde da Quinta-feira Santa, 24. Com encenações e entrega de mensagens, eles alertaram motoristas, ciclistas e pedestres para o sentido real da Páscoa.

Encenação retrata momentos principais do Tríduo Pascal. Na imagem, retrato da Santa Ceia e tema do ato de evangelização.
Encenação retrata momentos principais do Tríduo Pascal. Na imagem, retrato da Santa Ceia e tema do ato de evangelização.

A iniciativa foi inspirada através do primeiro ato ocorrido no Natal com propósito semelhante, que buscou ressaltar o valor religioso das datas de celebrações cristãs. A coordenadora do grupo, Josiane Marillac, acredita que “a essência da Páscoa é experimentar o amor. Experimentar o amor pela doação de Jesus,  que se deu inteiramente para nos salvar, realizando o impossível”.

O foco do ato de evangelização foi levar as pessoas, que passavam pelas ruas Antônio A. da Silva, Tomé Portes del-Rei e pela avenida Ministro Gabriel Passos, a uma reflexão sobre o propósito da Páscoa. Dos quinze jovens participantes, onze se dividiram entre três semáforos para a distribuição das mensagens, as quais informavam os horários das celebrações do Tríduo Pascal na Paróquia São Sebastião junto com um pequeno texto do Sumo Pontífice. Os demais jovens, representaram cenas que se remetem à Santa Ceia, à Paixão e Ressurreição de Cristo.

Paixão de Cristo é levada às ruas através da encenação dos jovens.
Paixão de Cristo é levada às ruas através da encenação dos jovens.

Padre Antônio Claret Albino, pároco da Paróquia Imaculada Conceição, no bairro Colônia do Marçal, passou por um dos semáforos. Ele vê a importância de tais atos, já que “o Papa Francisco fala de uma Igreja em saída, logo deduzimos que o ambiente da rua é também o nosso lugar”, declara.

A iniciativa tem embasamento nos pedidos atuais do papa, de que a Igreja vá ao encontro de todos os povos, levando a Boa Nova, principalmente, neste ano dedicado a Misericórdia. O membro do grupo de oração Francisco Eduardo de Paula participou da ação, e considera que “a evangelização no período pascal é de extrema importância, porque, muitas vezes, pela correria ou diversos fatores esquecemos do sentido deste momento. Por isso, nosso Grupo de Oração vai às ruas compartilhar que o ato de entrega e amor obteve vitória plena.”.

Texto: Graziela Silva e Emanuel Reis

Fotos: Emanuel Reis