Juventude Missionária promove tarde de evangelização neste domingo, 22

Outubro é o Mês das Missões, um período de intensificação das iniciativas de animação e cooperação missionária em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar, despertar vocações missionárias e realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões.

Para celebrar a data e refletir o tema proposto, integrantes da Juventude Missionária da Paróquia Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em São João del-Rei, vão promover no próximo domingo, dia 22, um evento denominado “Tarde Missionária”. Com uma vasta programação, os jovens buscam partilhar experiências, refletir a missionariedade do cristão e se alegrar com a vida em comunidade.

“Essa é uma forma de celebrar o nosso espírito missionário e fomentar cada vez mais nos jovens da comunidade o nosso carisma, seguindo os exemplos dos nossos padroeiros, São Francisco Xavier e Santa Teresinha do Menino Jesus, além de ser uma resposta a mensagem do papa Francisco de sair ao mundo, iluminados pelo encontro com o Ressuscitado e animados pelo seu Espírito. Sair com corações ardentes, olhos abertos, pés ao caminho, para fazer arder outros corações com a Palavra de Deus, abrir outros olhos para Jesus Eucaristia, e convidar todos a caminharem juntos pelo caminho da paz e da salvação que Deus, em Cristo, deu à humanidade”, pontua a coordenadora do grupo, Paloma Rios.

O evento está previsto para ter início às 14h30 e vai acontecer no Salão Cônego Jacinto, localizado na Rua Carlos Guedes. A entrada é a doação de 1kg de alimento para os mais necessitados. O evento vai culminar com a Santa Missa. Os interessados poderão se inscrever on-line (INSCREVA-SE AQUI) ou com a equipe organizadora.

Por que o mês de outubro é dedicado as missões?

Em 1926, o Papa Pio XI instituiu o Dia Mundial das Missões, celebrado anualmente no penúltimo domingo do mês de outubro. Após quarenta e seis anos, em 1972, o Brasil começa, não apenas a celebrar um dia, mas um mês inteiro para despertar, em medida maior, a consciência da missão ad gentes por meio da Campanha Missionária Nacional.

O nome Campanha não se reduz à coleta do penúltimo final de semana de outubro. Campanha diz respeito à animação do mês missionário com oração, testemunho de missionários (as) ad gentes e ajuda material para despertar a consciência da missão universal. A oração, primeira obra missionária, é intensificada no mês de outubro com a novena missionária, a oração dos fiéis nas missas do final de semana, e o santinho trazendo a oração missionária.

Os Papas, desde 1963, escrevem uma mensagem para motivar o Dia Mundial das Missões, dando norte à produção de subsídios que animam a Campanha Missionária. De acordo com São João Paulo II: “O Dia Mundial das Missões, orientado à sensibilização para a questão missionária, mas também para a coleta de fundos, constitui momento importante na vida da Igreja, porque ensina como dar a contribuição: na celebração eucarística, ou seja, como oferta a Deus, e para todas as missões do mundo” (Redemptoris Missio, 81).

“O Dia visa, sobretudo, a formação da consciência missionária no seio de todo o Povo de Deus, tanto dos indivíduos quanto das comunidades, o cultivo das vocações missionárias, o progressivo crescimento da cooperação, espiritual e material, a atividade missionária em toda a sua dimensão eclesial. […] Foi precisamente a difusão no seio do Povo de Deus da doutrina sobre o universalismo missionário a primeira e mais importante finalidade dada a esse Dia” (Paulo VI, Mensagem para o Dia Mundial das Missões, 1976).

“Celebrar o Dia Mundial das Missões significa também reiterar que a oração, a reflexão e a ajuda material das vossas ofertas são oportunidades para participar ativamente na missão de Jesus na sua Igreja. A caridade manifestada nas coletas das celebrações litúrgicas do terceiro domingo de outubro tem por objetivo sustentar o trabalho missionário, realizado em meu nome pelas Obras Missionárias Pontifícias, que acodem às necessidades espirituais e materiais dos povos e das Igrejas de todo o mundo para a salvação de todos” (Francisco, Mensagem para o Dia Mundial das Missões, 2020).

No Brasil, o idealizador do Mês Missionário foi o Pe. Gaetano Maiello, PIME. Ele nasceu em Bolzano (Itália), em 6 de fevereiro de 1929. Desde então, as Pontifícias Obras Missionárias organizam a Campanha Missionária, realizada sempre no mês de outubro. Colaboram nessa ação a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio da Comissão Episcopal para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, e outros organismos que compõem o Conselho Missionário Nacional (COMINA).

Campanha missionária

Como gesto concreto, em todas as Igrejas do mundo, a igreja vai realizar nos dias 21 e 22 de outubro, a coleta destinada de forma integral para a missão da compaixão. Dos recursos coletados, 80% deles são enviados à Congregação para Evangelização dos Povos, que faz circular um fundo universal de caridade, mantendo 1050 dioceses nas periferias mais necessitadas do mundo. A outra parte, os 20% que ficam no Brasil, mantém os trabalhos das Pontifícias Obras Missionárias que são uma rede mundial de oração e caridade a serviço do Papa e da Missão nas Igrejas locais.

É no envolvimento de todas as forças vivas da Igreja que se articula toda a Campanha Missionária nas Igrejas locais e nas paróquias, efetivada por meio dos Conselhos Missionários Diocesanos e Paroquiais (COMIDIs e COMIPAs). O COMIDI se responsabiliza por animar o mês de outubro na Arqui(diocese) ou prelazia, receber os materiais e fazer chegar, em todas as paróquias, o cartaz, os santinhos, os envelopes, as novenas e as mensagens do Papa.