Monsenhor José Hugo celebra 65 anos de vida sacerdotal com missa em Lagoa Dourada

A sexta-feira, 11 de dezembro, amanheceu em clima de festa e alegria na comunidade paroquial de Santo Antônio, da cidade de Lagoa Dourada. O motivo vem da celebração dos 65 anos de vida sacerdotal do Monsenhor José Hugo de Resende Maia.

Natural de Resende Costa, o filho de Athaíde de Resende Maia e Altiva Resende nasceu em 30 de março de 1930. Foi batizado em 19 de abril do mesmo ano pelo padre José Epifânio Gonçalves. Ordenado padre em 1955 por Dom Othon Motta, bispo auxiliar de Juiz de Fora, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha de França, cantou a Primeira Missa Solene no dia 13 de dezembro, na mesma igreja.

O então padre José Hugo iniciou seu ministério presbiteral como vigário em sua cidade natal e assumiu a paróquia de Santo Antônio de Lagoa Dourada em 1961, na qual permanece até a atualidade. Recebendo o título de Monsenhor, padre José Hugo foi substituído como pároco no dia 19 de junho de 2006 pelo padre José Walter Silva de Carvalho, assumindo, assim, a função de vigário paroquial. Hoje, aos 90 anos, continua como vigário da paróquia, na qual atua ao lado do então pároco e conterrâneo, padre Paulo Marcelo Daher Gomes Filho.

Por tanto tempo atuando em Lagoa Dourada, a comunidade paroquial nutre um enorme carinho e gratidão por ele. Albertina Cunha, coordenadora dos Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística e integrante da Equipe de Liturgia da paróquia, vê no sacerdote um modelo a ser seguido. “Ele é um exemplo de fé e perseverança em sua vida sacerdotal.  Por tantos casais que ele uniu, por tantas crianças que batizou e preparou para a Primeira Comunhão Eucarística, pelos inúmeros enfermos que ungiu, pelas festas e obras que nos proporcionou. Só temos a agradecê-lo por tudo o que fez e ainda faz por nós lagoenses. A ele o nosso eterno carinho”, destaca.

Sentimentos similares são expressos pelo seminarista Ronan da Costa Silva. O jovem, desde cedo, viu no sacerdote o grande incentivo vocacional. Ronan relata que o Monsenhor José Hugo sempre foi um grande entusiasta das vocações e durante muito tempo esteve à frente da animação vocacional em nossa Diocese de São João del-Rei. “Ele Nunca se esquece, em suas celebrações, de rezar pelas vocações. Temos que ser gratos a Deus pela presença do Monsenhor José Hugo em nosso meio e por sua vida doada, na qual buscou sempre realizar a missão que Deus lhe confiou”, recorda.

Para comemorar os 65 anos de vida sacerdotal do Monsenhor José Hugo, a comunidade irá realizar uma celebração eucarística nesta sexta-feira, dia 11 de dezembro de 2020, às 19h, na Igreja Matriz de Santo Antônio de Lagoa Dourada. Sem duvida será um momento de festa, oração e ´muita alegria.

(Vídeo e fotos: arquivo da paróquia Santo Antônio)

Colaboração: seminarista Ronan da Costa Silva